COPAGIRO Semanal #2

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Olá queridos ouvintes, aqui quem fala é o Guilherme Torres e antes de tudo gostaria de fazer uma correção sobre o episódio passado onde foi dito que a Selic subiu de 0,75 para 11,75. Na verdade a taxa subiu de 10,75 para 11,75. Sem mais enrolação, vamos começar o nosso COPAGIRO semanal.

 

EXTERIOR

Barril de petróleo estava sendo negociado abaixo dos U$ 100,00 voltou a ser negociado acima dessa marca, e hoje, sexta feita opera na faixa dos U$ 115,00.

 

Na contramão do petróleo, o dólar afunda e passa a operar na casa dos R$ 4,80, valor que não era negociado desde o início da pandemia. A queda se justifica por causa da elevada taxa de juros no Brasil em comparação com o resto do mundo, o que atrai os investimentos estrangeiros para a nossa renda fixa e devido a alta nos preços das commodities.

Falando em saldo estrangeiro, no acumulado de março, o saldo é positivo em cerca de R$ 22,33 bi; No ano, o saldo é positivo em cerca de R$ 84,95 bilhões.

Nos EUA o presidente do FED, Jerome Powell, afirmou que possíveis aumentos da taxa de juros de 0,50% podem acontecer mesmo que isso contraia a economia. Tudo isso com o intuito de arrefecer a inflação que chega a casa dos 8% por lá.

Na Zona do Euro, o índice de confiança do consumidor (ICC) despencou em março, apresentando a segunda maior queda da história, como reflexo de preocupações com a  escalada da inflação e da guerra da Ucrânia, que ainda não demonstra nenhum forte avanço para o fim. 

Nesta quarta feira nosso país vizinho, Argentina,  elevou a taxa de juros do país para 44,5% visando minimizar a inflação.

E do outro lado do mundo, na China, devido ao surto da variante do COVID Deltacron, dois portos fecharam essa semana, prejudicando o desabastecimento dos navios, podendo produzir obstáculos nas cadeias de produção de vários produtos. Importante ressaltar que os dois portos que fecharam, o de Shenzhen e Qingdao, são responsáveis por passar  ¼ de exportações da China para os USA.

 

BRASIL

Aqui no Brasil, tivemos uma semana movimentada, com o resultado do IPCA-15, índice utilizado como prévia da inflação oficial do país. No mês de março, o índice apontou uma alta de 0,95%, ficando acima da expectativa do mercado, que era de 0,85%.

E para conter essa alta da inflação o Ministro da Economia Paulo Guedes anuncia a continuidade da redução do IPI, agora no patamar de 33%, que antes era de 25%. Além disso, a medida de congelamento dos preços dos combustíveis foi prorrogada por mais 90 dias. Roberto Campos Neto, presidente do nosso BC, afirma ainda que na próxima reunião do COPOM é esperada uma nova alta da Selic para 12,75%.

 

SEMANA QUE VEM

Para a semana que vem temos na quarta-feira o PIB trimestral dos EUA e dados sobre o PMI da China. Na quinta teremos a taxa de desemprego no Brasil e dados sobre os pedidos iniciais por seguro-desemprego. Na sexta-feira o relatório de emprego dos EUA  (Payroll).

 

Hoje, nosso COPAGIRO semanal fica por aqui. Semana que vem voltaremos a trazer as principais notícias da semana que podem mexer no seu bolso. Fiquem ligados!

 

Guilherme Lauris Torres

Não deixe de conferir os episódios anteriores dessa série:

 

Para investir melhor em renda variável, nada como contar com especialistas. Entre em contato conosco:

Telefone: (14) 3010–1818

WhatsApp: (14) 3245–4345 ou acesse clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima