Projeto de lei aprovado pela Câmara autoriza ajuste no contrato da dívida federalizada. Mudança de juros de 9% para 4%, mais IPCA (ao invés do caríssimo IGP-DI), reduz a parcela mensal a ser paga até 2029 para R$ 730 mil e retira "buraco" no Orçamento desde ano.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Rolar para cima