Abril atinge 175 mortes por Covid e lojas podem abrir com 25% da capacidade

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
O avanço da vacinação é o único “remédio” para atacar a Covid e gerar segurança para atividades e a vida, conforme especialistas

Bauru chega ao final deste mês com o maior número de óbitos durante toda a pandemia. Como alertado por especialistas em epidemiologia, abril soma 175 mortes na cidade. O boletim oficial divulgado pela Prefeitura nesta sexta totaliza 755 óbitos em toda pandemia, sendo 456 apenas nos quatro primeiros meses de 2021, contra 299 de 20 de março a 31 de dezembro do ano passado.

Com o boletim da sexta – cujos registros ainda podem conter cadastros de investigação de mortes a serem computados – 71 pacientes perderam a vida em Bauru enquanto eram atendidos no serviço de retaguarda no Pronto Socorro. Estes bauruenses não resistência, durante a espera por internação em leito hospitalar do Estado.

A pressão sobre o sistema público está menor em termos de novos casos graves nesta fase. Mas a lotação UTI continua em saturação. No boletim de 30/04, os hospitais públicos da DRS-6 (Diretoria Regional de Bauru) estavam com 104% das UTIS Covid ocupadas.

Já no Hospital de Campanha (HC) e no Hospital Estadual (HE), o índice informado foi de 106%. Ou seja, 74 internações para 70 leitos UTI. O índice se mantém em avaliação técnica definida como colapso por vários meses.

Apesar disso, o Plano SP passou a adotar regras intermediárias nesta fase. A prefeita Suéllen Rosim segue determinação judicial e cumpre as regras definidas pelo Estado.

Apesar das autorizações de funcionamento, o limite de lotação por espaço em igrejas, supermercados e demais estabelecimentos comerciais é de apenas 25% nesta etapa. Permanece reduzido o alcance de fiscalização sobre o cumprimento dessas restrições.
COMO FICA 
*Serviços essenciais, como supermercados, farmácias, postos de combustíveis, padarias, açougues, mercearias, oficinas* – podem receber clientes sem restrição de horário, com distância mínima de um metro e meio entre as pessoas
*Feiras livres* – podem funcionar mantendo a distância mínima de pelo menos três metros entre as barracas
*Comércio, shoppings, restaurantes, lanchonetes, salões de beleza e barbearias, academias, atividades culturais* – podem receber clientes das 6h às 20h, com ocupação de até 25% da capacidade do imóvel
*Igrejas e templos religiosos* – podem realizar celebrações com ocupação de até 25% da capacidade do imóvel
ATÉ 9 DE MAIO
As regras valem até 9 de maio.
Os estabelecimentos comerciais e de serviços poderão funcionar das 6h às 20h, seguindo a limitação de capacidade determinada pelo Estado, para cada setor, durante esta etapa de enfrentamento da pandemia.
Os serviços que já eram considerados essenciais, como supermercados, farmácias, postos de combustíveis, padarias, mercearias, açougues e oficinas mecânicas, entre outros, continuam autorizados a receber clientes sem restrição de horário, desde que mantido o controle de acesso de clientes, com distância mínima de um metro e meio entre as pessoas.
O comércio de rua e shoppings, restaurantes, lanchonetes, salões de beleza, barbearias, academias e atividades culturais poderão receber clientes todos os dias das 6h às 20h, com limitação de até 25% de ocupação da capacidade do imóvel. As celebrações religiosas também devem ter o limite de 25% de capacidade de público.
O serviço de entrega por delivery segue liberado 24 horas por dia, em todos os dias da semana, para todas as atividades econômicas. A retirada por drive thru e o serviço de retirada no balcão também seguem autorizados.
O uso de máscara segue obrigatório em todos os estabelecimentos, para funcionários e clientes, além da disponibilização de álcool gel, distanciamento entre as pessoas e higienização frequente dos ambientes. Seguem proibidas as aglomerações, em qualquer espaço público ou particular no município de Bauru.
SERVIÇOS DA PREFEITURA
O funcionamento ao público dos serviços da prefeitura continuam da mesma forma. A Secretaria de Saúde e Sebes seguem com atendimento presencial normal de todos os serviços.
A Seplan e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico atendem presencialmente com horário marcado. Já as demais secretarias seguem com atendimento por telefone e canais eletrônicos.
ZOOLÓGICO E HORTO REABREM NA SEGUNDA

O Zoológico Municipal, o Jardim Botânico e o Horto Florestal reabrem a partir de segunda-feira (03/05), com acesso limitado ao público em razão da pandemia. 

Os três locais abrem de segunda a sexta, das 8h às 16h e nos finais de semana até 17h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima