Fundo de Investimento Imobiliário – Introdução ao Mercado Imobiliário

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Olá, queridos leitores! Após termos estudado sobre a Renda Fixa, a Bolsa de Valores e os Fundos de Investimento, iniciaremos uma nova série: os Fundos de Investimento Imobiliário. Para iniciar, antes de nos aprofundarmos no assunto, faremos uma breve introdução ao mercado imobiliário, a fim de nos familiarizarmos sobre o tema.

 

O QUE É O MERCADO IMOBILIÁRIO?

O mercado imobiliário trata-se de um setor da economia em que ocorrem as negociações de imóveis, de terrenos ou qualquer construção sobre esses terrenos. No momento em que você participa dessas negociações, a fim de comprar, vender ou alugar um desses bens, você está participando de um negócio no mercado imobiliário. Essas negociações podem ser feitas tanto diretamente com o proprietário ou com a imobiliária, quanto através de crédito.

Sendo assim, são inúmeras possibilidades para entrar e começar a investir no mercado. Para isso, é de extrema importância ter um conhecimento para explorar essa área.

 

COMO FUNCIONA O MERCADO IMOBILIÁRIO?

Em relação aos imóveis, esses podem ser novos, usados ou até mesmo na planta, dependendo do interesse do comprador. No caso de imóveis usados, é importante atentar-se, durante a negociação, à necessidade de algumas reformas.

Os imóveis em planta, por outro lado, são comuns em construções residenciais e, por serem vendidos antes de finalizar a construção, geralmente são mais baratos.

Por fim, os imóveis comerciais têm uma maior possibilidade para lucros, visto que as empresas estão dispostas a pagar mais pelo espaço, por conta da importância de uma boa localização para o bom andamento do empreendimento.

 

ALUGUÉIS E TAXAS

Além das diferentes possibilidades de imóveis para investir, é importante sabermos sobre como funcionam os valores de aluguéis e taxas cobradas no mercado imobiliário.

Segundo pesquisas realizadas nesse ano, o preço médio do aluguel de um imóvel em São Paulo no mês de maio foi de R$3.476,00. Em relação ao preço médio de um imóvel padrão (65 metros quadrados, dois quartos e uma vaga na garagem) na cidade, o custo é de 589 mil reais.

O aluguel deve ser correspondente de 0,5% a 1% do valor do imóvel, sem incluir a taxa de IPTU e os demais seguros. Essa porcentagem varia de acordo com inúmeros fatores, como por exemplo a idade da propriedade, sua localização, vizinhança, infraestrutura, entre outros. 

Por fim, além do alto valor de investimento para a compra de um imóvel, existem inúmeras taxas cobradas do proprietário que tornam o investimento mais caro, como por exemplo a taxa de corretagem da imobiliária, o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), o Registro de Imóvel, a Escritura Pública, entre outras.

Como podemos ver, o mercado imobiliário é muito amplo e com inúmeras possibilidades de lucro. Porém, para investir nele através da compra de um imóvel, é necessário um alto valor e seu retorno pode demorar muito, e ainda existem outros riscos nesse tipo de investimento, como a inadimplência ou falta de inquilinos. No entanto, há outras maneiras de investir no mercado imobiliário e gerar renda, como por exemplo nos Fundos de Investimento Imobiliário, onde o investimento inicial e os riscos são menores, porém falaremos mais disso no próximo episódio! Fiquem ligados!

Matheus Assunção.

 

Para investir melhor em renda variável, nada como contar com especialistas. Entre em contato conosco:

Telefone: (14) 3010–1818

WhatsApp: (14) 3245–4345 ou acesse clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima