COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

N. 179 Despesa com aterro particular aumenta em R$ 900 mil/ano, com 11,6% de acréscimo ao contrato pela Prefeitura

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

N. 179 CUSTO DA DEPOSIÇÃO DE LIXO NO ATERRO PARTICULAR PELA PREFEITURA AUMENTA R$ 900 MIL POR ANO

 

LIXO MAIS CARO

A Prefeitura de Bauru, através da Semma, está pagando, desde o mês passado, 11,6% mais caro para depositar cada tonelada do lixo doméstico no aterro particular de Piratininga. A administração confirmou, hoje, que o resultado da nova licitação elevou o valor da despesa para R$ 96,00 a tonelada, contra R$ 86,00 que vinha sendo pago até então.

O contrato anterior venceu no início do ano. Mas, em janeiro, a administração prorrogou o serviço até maio, segurando o custo por tonelada pago à empresa CGR (que responde pelo aterro de Piratininga que, lá atrás, era da Estre).

Bom! Considerando a média de 300 toneladas dia para operação de segunda a sábado, o custo anual do contrato passa, aproximadamente, de R$ 7,4 milhões para cerca de R$ 8,3 milhões. O aumento de 11,6% é bem acima da inflação. Mas é preciso verificar por qual período perdurou o custo anterior.

E NA EMDURB?

E, como já apontado aqui, a Emdurb também solicitou aumento no valor do custo da tonelada para coletar na casa dos bauruenses e comércio e serviços e entregar em Piratininga, no aterro. A tonelada atual é recolhida a R$ 185,00. A presidência da Emdurb informou, em audiência pública, que seu custo é de R$ 250,00. Mas como o valor é impraticável, nesta fase, a discussão está em torno de R$ 210,00.

Mas, além do custo, a negociação precisa encarar a ausência de Orçamento, mesmo com superávit na arrecadação até maio. Bom! Grosso modo, a discussão envolve autorizar despesa adicional de algo em torno de R$ 2,1 milhões para a Emdurb/ano, especificamente na despesa com coleta domiciliar de lixo.

GAZZETTA

O ex-prefeito Gazzetta é convidado da CEI Covid, nesta terça, às 14h, para depoimento presencial.

AUDIÊNCIA

Nesta quarta, 9h, tem audiência pública para discutir a revogação do decreto municipal que mantém aulas presenciais na rede de ensino em Bauru. A reunião será presidida por Estela Almagro.

ROJÕES

Foi aprovada a lei que veda o uso de fogos de artifício na cidade, de autoria de Benedito Meira.

LISTA DE PLANTÕES

Aprovado projeto de lei que exige a publicação da lista dos médicos escalados para plantões na rede municipal.

FISCALIZAÇÃO

A Comissão de Fiscalização e Controle vai instaurar procedimento para averiguar o descumprimento da garantia de acesso a repartições públicas por parlamentares, para exercer a fiscalização.

TRANSPOR O RIO

“Cadê” o projeto executivo para a ponte de transposição do rio Bauru? A obra permitiria trânsito em mão em sentido duplo no Viaduto Nicola Avallone.

CHEFES PRÓPRIOS

A Prefeitura tem 57 cargos de chefia preenchidos por servidores que comandam a si próprios. Norma do TCE referencia exigência de pelo menos dois servidores para se ter uma chefia.

ATERRO

A Cetesb aplicou, ou não, multa contra a Emdurb por continuar destinando lixo (sem separação inclusive) no aterro sanitário? E qual a situação do esgotamento e contaminantes de chorume no local?

JANSSEN

A Prefeitura recebeu 2.200 doses da vaciuuna Janssen e, segundo o governo, vai usar a dose única para imunizar os trabalhadores da coleta de lixo.

CEI PDA

Foi prorrogada por mais 30 dias e trabalhos já devem encaminhar relatório final sobre o abastecimento de água e revisão do Plano Diretor do setor.

FORAGIDOS

O Estado de São Paulo tem 85 mil foragidos da Justiça e mais de 300 mil procurados, com ordem de prisão….

BOLETIM

Bauru soma 1045 óbitos por Covid, sendo 123 ocorrências de pacientes que estavam no Pronto Socorro.

CHINELO

A coluna Candeeiro de hoje é uma homenagem a Antonio Pedroso Júnior, o Chinelo! Siga em paz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima