COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

N. 240 Orlando Costa Dias confirma saída em 1 de janeiro e Alana Trabulsi, médica da própria Saúde, é anunciada

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

N. 240 Orlando Costa Dias confirma saída em 1 de janeiro e Alana Trabulsi, médica da própria Saúde, é anunciada

 

ORLANDO SAI

O secretário Municipal de Saúde, vice-prefeito Orlando Costa Dias reagiu com certo humor ao que chamou de “pressa” para sua saída da pasta. Ele afirmou ao CONTRAPONTO, logo pela manhã, que a partir de 1 de janeiro de 2022 não está mais secretário.

Ainda durante o dia, a Prefeitura de Bauru divulgou nota à imprensa anunciando que a diretora da própria Secretaria Municipal de Saúde, Alana Trabulsi, assume a pasta.

REAÇÕES PRIMÁRIAS 

Nas primeiras horas, no meio político, o anúncio de Alana como substituta foi recebido como esperado, entre alguns, e com reservas, entre outros. Normal. A hoje diretora tem proximidade com a prefeita. De outro lado, as observações iniciais são de que a jovem médica terá de maturar, rapidamente, suas dificuldades em receber críticas e dialogar em relação aos inúmeros problemas na gestão da Saúde.

Muitos dos obstáculos são estruturais e muito difíceis de serem suplantados. Que Alana Trabulsi compreenda, na futura condição de Secretária de Saúde, que prestar informações sobre gestão, lidar com obstáculos na prestação de serviços ou na busca de alternativas para minimizar demandas reprimidas insolúveis são itens para uma tarefa diária. E esta postura, diante dos inúmeros desafios, exige desprendimento, comprometimento, traquejo, perfil de gestão e maturidade.

Sorte à futura secretária Alana Trabulsi. Também não costuma ser nada fácil alguém do meio, entre os concursados, enfrentar os dissabores de dizer não, corrigir colegas de trabalho e enfrentar, sobretudo, corporativismo. O jaleco branco tem vícios de muitos anos!

EXPERIÊNCIA

A pouca experiência no comando do maior posto local em saúde (que transforma o secretário em um gestor e não mais em médico) também fará diferença, para o êxito ou não de Alana Trabulsi na Saúde. Entre os integrantes da CEI da FERSB, o anúncio da profissional como substituta de Orlando veio acompanhando da lembrança de que, como depoente, a hoje diretora negou fatos claros e se preocupou tanto em não esclarecer a ausência de prestação de contas e de controle de serviços em convênios firmados com a FERSB que gerou contradições…

OCUPAÇÕES

Integrantes das famílias que ocuparam uma área das glebas atrás da Quinta da Bela Olinda (que a prefeita pediu autorização em lei para vender) informam que falaram com Suéllen Rosim sobre a necessidade de programa habitacional de baixa renda para a moradia popular.

Eles estiveram no Gabinete, recentemente. Mas a chefe do Executivo ainda não apresentou aos sem teto uma ação para a demanda, segundo eles.

FRAUDE EM EXECUÇÃO

Essa ideia, na cabeça de alguns, de que se pode fazer tudo e ficar impune vai gerar muita dor de cabeça….! Decisão judicial com bloqueio de bens para que os devedores cumpram suas obrigações é algo sério. Sair por ai tentando fórmulas de “driblar” a ordem judicial tem consequências….. Voltaremos ao tema!

ENTIDADES

Além das dificuldades em manter serviços, em convênios com a Prefeitura, sob valores defasados em relação aos custos, entidades sociais (de assistência e na Educação) estão com dificuldades em prosseguir com seus contratos por outras razões.

A direção da Apiece foi até a prefeita, hoje, reclamar que teve sua papelada (de credenciamento) em um edital da Sebes reprovada. Ou seja, nesta área, a entidade não preenche os requisitos para firmar convênio com o Município, segundo o julgamento preliminar (onde cabe recurso administrativo).

Mas na área de Educação, onde os critérios técnicos são distintos, a Apiece foi habilitada.

De outro lado, a entidade Formiguinhas, por exemplo, apresentou ofício identificando que não teria condições de manter os serviços para o próximo ano. A Educação está analisando cada situação e discutindo as saídas possíveis para cada caso.

FRASE

Com acúmulo de entrevistas a diferentes órgãos de imprensa, há dias seguidos, em função da crise no abastecimento, o presidente do DAE, Marcos Saraiva, gerou reações no meio político hoje. E por uma frase…. Ele disse que Bauru teve de buscar uma prefeita, de fora da cidade, para resolver antigos problemas…

CAPINAÇÃO

O Tribunal de Contas do Estado suspendeu licitação da Prefeitura para contratar serviços de capinação. O Jurídico vai responder às reclamações para buscar a homologação do contrato. Enquanto isso, a Sear aguarda a definição para as demandas no setor… que vão aumentar com a temporada de chuvas.

Hoje, Jorge de Souza, comentou que está, de outro lado, conseguindo sim fiscalizar mato alto. O problema é que o secretário tem apenas 5 fiscais de postura…. Impossível atender o rodízio, permanente, de todas as regiões com este quadro diminuto…..

TRAILERS NOTIFICADOS

Fiscais da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) notificaram proprietários de trailers que atuam na área de alimentação na praça da Avenida Jorge Zaiden, atrás do parque Camélias, que o equipamento não pode permanecer fixo no local.

Indagado a respeito da adoção da mesma medida em outras praças, como a da Paz e da Hípica, Nilson Ghirardello disse que os casos consolidados ficam como estão!

Não há na legislação a possibilidade do secretário aplicar a regra de forma diferente para a mesma situação. O  descumprimento da norma em relação à permanência (fixa) de trailers nas praças da Paz e Hípica, entre outras, é omissão e prevaricação do poder público!

Querer aplicar em uma só localidade não só não faz sentido como trará esperadas consequências…

AMBULANTES

Outro setor em que a Seplan é omissa, há anos, há vários governos, é o de permissionários. Os espaços públicos são ocupados, pra quem quiser ver, há muito tempo, em locais privilegiados para comércio, para alguns… sobretudo no Centro.

Invasão de calçada, despadronização, uso de lona, corda e materiais improvisados, são algumas das ocorrências irregulares. Além disso, em algumas ruas (nos pontos mais disputados), a área de estacionamento é utilizada como espaço particular do dono da barraca. Todos sabem disso em Bauru! Polícia, GOT, MP, Emdurb, Seplan, Corregedoria, Controladoria.. e etc.  etc…. É terra de ninguém!

Por falar em ambulantes, a prefeitura anunciou hoje que está atualizando o cadastro dos profissionais que atuam no setor na cidade. O levantamento é socioeconômico.

2 comentários em “N. 240 Orlando Costa Dias confirma saída em 1 de janeiro e Alana Trabulsi, médica da própria Saúde, é anunciada”

  1. ALESSANDRO RICARDO DA SILVA

    A classe dos ambulantes a muito tempo clama por regras, aqueles que realmente dependem disso, não aqueles que se aproveitam disso, agora a regra tem que ser pra todos em todos os pontos, se tivesse uma regra clara objetiva e justa, duvido que os próprios ambulantes não seguiriam, agora por outro lado, os fiscais da prefeitura não sabem o que fazem pq a cada gestão uma diretriz, então como dizia o saudoso e nunca homenageado CELIO GONÇALVES… OREMOS… MAS OREMOS MUITO…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima