COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

N. 268 Superlotação leva Posto Covid a ser reaberto com 8 leitos enfermaria, mas Estado aponta 10 dias para ampliar UTIs e Bauru tem 100% de ocupação por Covid

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

N. 268 Superlotação leva Posto Covid a ser reaberto com 8 leitos enfermaria, mas Estado ainda fala em prazo de 10 dias para ampliar oferta de UTIs e Bauru tem 100% de ocupação na Covid

 

POSTO COVID

Diante da evidente superlotação de contaminação por Covid, há semanas, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou hoje a reabertura do Posto Covid, com 8 leitos enfermaria. Não há condições técnico-operacionais, entretanto, para o local funcionar como hospital. O Município já tentou credenciar leitos UTI no local para transforma-lo em um hospital reduzido, no governo anterior, e não foi habilitado.

A enfermaria tem capacidade para mais leitos no Posto Covid. E a alta demanda, pelo menos nesta etapa, justifica a medida. As UPAs estão superlotadas e com a presença também de contaminação em escala pelo vírus H3N2, o número de casos tende a se propagar.

Até porque, parte dos usuários, sobretudo jovens, compareceu em massa a shows, no final do ano e também nesta fase, com a autorização expressa da Prefeitura de Bauru, cuja fiscalização não está atuando (quase inexistente frente ao nível de contágio) e, com isso, está concorrendo diretamente para o aumento da contaminação.

Famílias também se encontraram, em boa dose, sem cuidados….

LEITOS UTI

A enorme demanda (que já estava represada) é por leitos UTI, tanto para Covid quanto para outras doenças. Mas o governo do Estado continua letárgico, reagindo fora da curva. Hoje a tarde, o governo estadual disse que estão sendo autorizados, em 10 dias, 700 novos leitos para Covid, mas sendo 434 de enfermaria em hospitais regionais, como o HE em Bauru.

O restante anunciado é de leitos UTI (266). O detalhe negativo da nota é que o Estado volta a mencionar, somente agora, que está aberto a ajudar municípios no financiamento a novos leitos, desde que sejam para abertura imediata. Oras, precisou de ação judicial e meses de pressão (inclusive o processo tendo de ir a segunda instância) para que Estado e Município “acertassem” leitos adicionais UTI no Hospital das Clínicas (HC), em Bauru.

Lamentável. A cidade tem mais de 45 pacientes aguardando UTI neste momento, com 133 mortos apenas entre bauruenses desde o início da pandemia (de pessoas que não conseguiram sequer internação em Unidade Intensiva para tentar brigar pela vida!), até ontem.

De outro lado, o Tribunal de Justiça (TJ) ainda concedeu, na última sexta-feira) 10 dias para Estado, Município e o Ministério Público da Saúde se manifestarem diante da expressiva e inconteste superlotação de casos – previamente anunciados pela comunidade científica com a variante Ômicron.

‘RODÍZIO’ CONTRATUAL?

A Secretaria Municipal de Saúde fez uma cotação, aberta, sem licitação, de emergência, e a AHBB de Garça (SP) perdeu o serviço por 180 dias para a FERSB para as UPAs Bela Vista e Ipiranga, por plantões. Hoje, a prefeitura anuncia que a entidade de Garça venceu a FERSB em outra contratação direta: agora para garantir serviços de atendimento Covid no Posto PAC, central. 

Só foi informado o valor global, 180 dias, agora por R$ $ 6.131.249,34. No papel, resta registrar que os médicos locais (da “rebelião da FERSB, braço da própria Prefeitura, diga-se) colocaram a OMESC, de São Carlos, de “escanteio” e, em seguida, assinam contratos sem licitação com o governo local.

Bom para os dois: FERSB e AHBB….  

A AHBB tem laços com pessoal de Agudos!!

DORIA INAUGURA

O governador João Doria tem agenda anunciada pra Bauru nesta quinta-feira (27/01), para inaugurar a nova sede do escritório regional do Interior, onde funcionou o DER. A reforma por lá foi mais rápida que a do Hospital Manoel de Abreu – que está há mais de 3 anos no mesmo tom…. !

Mas, claro, o governador João Doria (PSDB) estará com o script pronto, posição para as câmeras e microfones, para (rea)nunciar, pela “n” ézima vez, que o Hospital das Clínicas (HC) será aberto…. Não abriram a licitação de reforma, terão de iniciar a compra de equipamentos hospitalares, o telhado já foi refeito há alguns anos mas voltou a apresentar problema, o Predião é “novo” (“pronto” há anos), mas está sendo usado parcialmente, com infiltrações, há um bom tempo….. ! E depois jornalista é que “pega no pé”!

Com o caixa “bombando”, o governador paulista cortou 12% das verbas de contratos de serviços de Saúde para Bauru no ano passado, mesmo com a pandemia tendo atingido o pior patamar de mortes!

DRIVE THRU

Uma empresa de Bauru acionou o presidente da Câmara Municipal, Markinho Souza, para reclamar que a Secretaria Municipal de Saúde teria exigido emissão de atestado de saúde junto com a realização de exames em massa (teste Covid), através de drive thru.

O parlamentar publicou a pendência em sua rede social nesta quarta-feira. Gente! Farmácia vende e faz teste Covid (antígeno, com o uso do cotonete) e não é função do setor emitir atestado médico! Absurda a tal informação de exigência! E não só do ponto de vista médico, como de indevida interferência do Poder Público na atuação de atividade do segmento de mercado.

A empresa quer realizar os testes em drive thru. Em diferentes pontos da cidade.

EFEITOS COLATERAIS

Pensem conosco! Além de não poder exigir atestado de quem faz o teste, a demanda está altamente reprimida tanto nos Postos Municipais de Saúde quanto na rede hospitalar pública e nas cooperativas médicas. Entre os serviços particulares, a Unimed pede 7 dias para entregar o exame RT PCR. Completamente fora do protocolo! A testagem é feita no terceiro dia. Mais 7 somam 10! É basicamente o total do período de isolamento necessário!

Outro problema: tem farmácia cobrando R$ 90,00 o teste antígeno (a Nissei, por exemplo, estava com este preço ontem), e tem outros pontos cobrando R$ 150,00. O Laboratório Santiago, perto do Tauste, cobrava R$ 120,00 e já enfiou a caneta para R$ 150,00. (Justificaram aumento no valor do insumo). Me desculpe! A diferença no valor é enorme!

Ao não autorizar outras empresas a atuarem em demanda livre, o Município também prejudica o consumidor com o aumento da despesa!

Além disso: a testagem em massa (que sempre foi obrigação do Poder Público e ele nunca cumpriu, desde o início da pandemia) mantém muita gente contaminada sem saber da existência da doença, em uma fase onde se confundem sintomas com o da gripe H3N2….

EXPLOSÃO

Se fizer a testagem, neste momento, o número de casos oficiais vai ser exponencial! É visível, evidente, que o número de contaminados é muito superior aos registros! Enquanto isso, a fiscalização municipal segue “surda”, sem barrar shows e sem interceder contra aglomerações na cidade! Omissão a olho nu!

Mas… ok! Tem quem ouça, leia e comente: “Daqui a pouco passa mais este pico!”…. Triste, lamentável!

Observação: desde as 8h00 da manhã desta quarta-feira a assessoria de imprensa do governo municipal aguarda o senhor Ezequiel Santos (diretor) para falar sobre a taxa de transmissão Covid em Bauru (Rt)…. !!????

No sistema Info Tracker, do Estado, Bauru aparece com taxa de 0,85 em 31/12/2021, depois 1,3 e, agora, 1,84. Confirmando, na prática, o esperado aumento rápido de casos de transmissão com a ômicron no período.

Bauru totalizou 1268 mortes Covid no boletim de hoje, com mais 3 óbitos de bauruenses enquanto eram atendidos em Unidade de Saúde da Prefeitura, sem conseguir UTI. Agora são 136 mortes nesta condição. Uma tragédia de saúde! 

IMÓVEIS COMPRADOS

A prefeita Suéllen Rosim foi ao prédio da escola Guedes Azevedo, comprado na Vila Universitária, para dar sua versão para a acomodação de 430 alunos da Escola Dirce Boemer no local. O deslocamento terá de ser da periferia para o Centro da cidade, com transporte.

A Secretaria de Educação corre com instalações e mobiliário para a unidade adquirida no final de dezembro passado ficar pronta para as aulas.

De outro lado, agora o governo discute se vai desapropriar, ou não, a quadra esportiva que pertence à mesma escola, mas não foi incluída no processo no final do ano. Do lado da escola, a residência ocupada na Rua Saint Martin tem até abril para ser desocupada. Nela, a Secretaria de Educação vai instalar Berçário, como serviço complementar da unidade Guedes.

A Escola Guedes será para demanda itinerante, a exemplo do prédio no Centro, na Rua Cussy Júnior. Como adiantamos aqui, a prefeita disse, no final de 2021, que os locais desapropriados pelo governo anterior (Gazzetta), ao lado da Praça Machado de Mello, seriam utilizados para um Shopping Popular.

Desapropriaram para escola, creche, mas não observaram que tem Posto de Combustíveis e bares nas imediações, impedimento para ser unidade escolar.

NOVA SECRETARIA

O mesmo impedimento, apontamos aqui, tem na unidade comprada pela Educação no prédio da Staff, no parque Vista Alegre. Tem posto de combustíveis, com tanque a apenas 17 metros do local. Mas iniciaram o processo de COMPRA (e não de desapropriação) sem observar isso.

Quando o impedimento surgiu, já próximo do final do ano, prefeita e Secretaria de Educação mudaram a finalidade e assumiram a decisão de comprar para levar a sede da pasta para o local. As intervenções estão a todo vapor no local.

OUTRAS COMPRAS

A prefeitura realizou apenas avaliação comercial dos prédios adquiridos. Não há laudo técnico estrutural ou com apontamento, em vistoria, de casos de infiltração ou reparos necessários. Isso é claro ao ler os processos. O posto de combustível no prédio da Staff é um exemplo “gigante” não apontado, de tão claro que está lá, visível, no local.

No prédio adquirido da Prata Construtora, na Rua Minas Gerais, trabalhadores apontam ocorrência de problemas no telhado e vazamento em quantidade. Condição ruim para o local abrigar estacionamento da frota, como anunciado pela Prefeitura.

A correria também bateu de forma clara nas compras que somaram R$ 34,8 milhões nos últimos dias do ano…. Os dois lotes adquiridos na região lá da Quinta Ranieri foram “resolvidos” no processo em apenas 7 dias. Não “deu tempo” nem de pegar parecer Jurídico, ou levantar todas as “pontas” que haviam sido mencionadas em outros processos do mesmo “campo de atuação”.

VALLE SAI?     

Como adiantamos aqui, na coluna, Luiz Carlos da Costa Valle pode não retornar para a Emdurb…. O próprio Valle disse ao CONTRAPONTO, antes do final do ano, que iria tirar uma espécie de licença agora no início de 2022… e que não havia clima de gestão para ele permanecer… se vai se confirmar ou não… é com ele!

Na prática, quem comanda a Emdurb é o ex-secretário de Finanças de Birigui, Fábio Santos, trazido pela prefeita Suéllen. Aliás, com ou sem o “homem de confiança” da prefeita na empresa, o resultado de 2021 é desastroso: beira os R$ 21 milhões de acumulado de déficit…. como revelamos em matéria específica no site.

A Emdurb só conseguiu pagar os salários até dezembro à custa de não quitar compromissos com fornecedores e não recolher obrigações com INSS e FGTS!

 

2 comentários em “N. 268 Superlotação leva Posto Covid a ser reaberto com 8 leitos enfermaria, mas Estado aponta 10 dias para ampliar UTIs e Bauru tem 100% de ocupação por Covid”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima