COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

N. 310 DAE enfrenta aumento de reclamações de falta d´água em diferentes regiões e Prefeitura assina contrato com 5 clínicas para retomar castração

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

N. 310 DAE enfrenta aumento de reclamações de falta d´água em diferentes regiões e Prefeitura assina contrato com 5 clínicas para retomar castração

 

FALTA D´ÁGUA

O Departamento de Água e Esgoto (DAE) ainda está tentando identificar o que está causando a falta de água em ruas do Jardim Estoril I, II e III, enfrenta reclamações de deficiência de abastecimento na Vila Dutra, entre outros bairros.

Ainda estamos em início de junho, mas a estiagem que deve se acentuar nos próximos meses preocupa. Mistério envolve a deficiência nas redes que levam o líquido ao Estoril, assim como a autarquia ainda não descobriu o que impede o retorno do funcionamento normal de uma das bombas na Lagoa de Captação.

Dúvidas permanecem em outras frentes: quer outra? Quando e como será realizado o desassoreamento da Lagoa do Batalha?

BAIXA PRESSÃO

Em conversa com o presidente do DAE, Marcos Saraiva, na semana passada, sobre a falta de água especificamente em duas ou 3 ruas do Estoril II, por exemplo, ele comentou que a pressão do líquido na rede está chegando abaixo da altura de reservatórios, sobretudo em casas de sobrado, comuns nesta região.

Mas fosse somente este fator, a água também não chegaria a outras torneiras de sobrados em outras ruas.

OBSTRUÇÃO DA REDE

Nesta terça-feira, a assessoria de imprensa do DAE distribuiu nota informando que equipes técnicas percorrem os bairros próximos a linha férrea para verificar possível obstrução na rede. Segundo o DAE, mesmo com manobras operacionais e os reservatórios abastecidos a água não chega em vários endereços.

ESGOTO VILA ZILLO 

Na mesma região um problema bem mais costumeiro se mantém. Moradores de casas simples na Vila Zillo, em ruas de terra, estão convivendo dias seguidos com esgoto estourando na parte alta e na parte alta.

O problema é que o “estouro” do esgoto acontece na entrada do bairro, com barracos vendo o esgoto invadindo uma valeta que acompanha a via, em desnível. O DAE tem comparecido para desentupir. Mas somente esta medida não resolve,. Passam poucos dias e o problema retorna.

NO MANACÁS 

Em relação a desabastecimento no Residencial Manacás, o Departamento de Água e Esgoto comentou que “o reparo do vazamento de água no interior do Residencial Manacás é de responsabilidade da construtora”. O presidente Marcos Saraiva, esteve na tarde desta terça-feira (31), acompanhado por equipe técnica da autarquia e da Defesa Civil, vistoriando o local e ficou constatado que o problema surgiu na rede hidráulica do residencial.

CONCURSOS

Por falar em DAE, O Departamento de Água e Esgoto (DAE) abrirá, a partir das 10h do dia 08 de junho, inscrições do Concurso Público para provimento dos cargos de abastecedor de produtos químicos, agente operacional de serviços gerais, auxiliar de operação e controle de esgoto, carpinteiro, controlador de sistemas de saneamento e unidades, encanador, pintor de obras, serralheiro, torneiro mecânico, agente de hidrometria e medição, almoxarife, assistente administrativo, atendente, auxiliar de enfermagem, fiscal de sistemas hidráulicos, motorista, técnico de contabilidade, técnico de controle ambiental, técnico químico, administrador, assistente social, procurador jurídico e relações públicas.

8 HORAS DE ESPERA

Mais lotadas no frio e com maior procura por atendimento para crianças, as UPAs registram permanência de até 8 horas de espera. Pais enfrentaram a sina na segunda a terça, como na UPA Mary Dota. Faltam pediatras. Mas a Secretaria de Saúde não está conseguindo ampliar a oferta de mão de obra, mesmo de clínica geral, nesta fase aguda.

PERNA CURTA 

O governador Rodrigo Garcia foi levado para uma entrevista no meio da agenda lotada da última segunda-feira. Tascou que Bauru não teve morte por Covid por falta de leito, comparando o atendimento do Estado aqui na pandemia até a Nova Iorque (EUA), onde ocorreram problemas.

O CONTRAPONTO registrou, ao longo da pandemia, infelizmente, que 171 bauruenses perderam a vida sem contar pelo menos com a chance de lutar em uma unidade intensiva (UTI). 171! Governador!

TARIFA COLETIVOS 

Prejudicados pela queda acentuada de passageiros na pandemia, os concessionários do transporte coletivo apresentaram custos dando conta de que a tarifa em Bauru terá de ir a R$ 6,13, para satisfazer os custos neste momento. A administração ainda não se posicionou sobre o assunto.

A Emdurb, prestadora de serviços, pediu nova recomposição do custo pela tonelada do lixo. A dificuldade é que já foi concedido realinhamento há menos de 1 ano. Mas os aumentos de combustível e outros insumos ampliaram as perdas.

A Emdurb acumula mais de R$ 5 milhões de prejuízo apenas de janeiro a abril deste ano.

CONTRATO CASTRAÇÃO

A retomada ainda é parcial. Mas está de volta.A Secretaria do Meio Ambiente (Semma), assinou nesta terça-feira (31) contrato para castração de animais com as cinco clínicas que foram credenciadas após realização de chamamento público. Os cães e gatos das famílias cadastradas passarão pela esterilização cirúrgica, que é a castração, e receberão microchip. 

Os contratos terão duração de um ano, e o investimento da prefeitura é de R$ 150 mil. O montante será distribuído entre as cinco clínicas veterinárias participantes, conforme os procedimentos forem realizados. Na nota, o governo salienta que, entretanto, “é impossível apontar o número exato de animais que serão atendidos, uma vez que o preço dos procedimentos varia de acordo com o sexo, porte e condição de saúde do animai. O serviço de castração será completo, incluindo os exames prévios. As castrações devem começar na semana que vem”.

As pessoas interessadas em inscrever seu animal de estimação no programa devem entrar em contato com o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da sua região. Apenas pessoas que estão inscritas no Cadastro Único e recebem algum benefício de transferência de renda podem participar.

LUTA DO AUTISMO

No próximo dia 8 de junho, às 11h30, bauruenses mobilizados em favor do atendimento a autistas no sistema de saúde (planos privados) vão realizar manifestação em frente ao prédio da Câmara Municipal de Bauru. Nesta fata, julgamento no STJ pode definir prejuízos irreparáveis para portadores de autismo.

Trata-se da ação que discute o chamado Rol Taxativo e Rol Exemplificativo – uma relação de temas jurídicos. Enquanto o primeiro, expressa uma lista definitiva (limitada), conhecida pelo legislador, o segundo trata apenas de uma amostra, podendo se estender de acordo com futuras interpretações.

Atualmente, os que precisam podem recorrer a processos para que os planos de saúde cubram os procedimentos recomendados pela equipe médica, porque o rol hoje é EXEMPLIFICATIVO, ou mínimo. O que está em julgamento é que o rol seja, a partir de agora, TAXATIVO, ou máximo. Ou seja, os procedimentos que não estão no rol, poderão não estar disponíveis para os usuários de plano de saúde, o que, já é sabido, diretamente sufocaria o SUS e prejudicaria todos os brasileiros.

 

2 comentários em “N. 310 DAE enfrenta aumento de reclamações de falta d´água em diferentes regiões e Prefeitura assina contrato com 5 clínicas para retomar castração”

  1. SAÚDE BAURU :

    ESTA MAL A NIVEL MUNICIPAL E ESTADUAL:

    AS UPAS, o cidadão com problemas respiratórios e passando mal, não é atendido e recebe um bilhetinho onde procurar socorro, somente das 17 hs as 23 hs em 5 postos de saúde espalhados pela grande BAURU, e nesses pontos tem senha pra somente 80 pacientes, que se esgota em minutos, SOCORRO OS BAURUENSE ESTA SENDO HUMILHADOS ., ATENÇÃO PROVIDÊNCIAS JÁ !

    NO ESTADO

    PRECISAMOS DE UM HOSPITAL SÓ PRA BAURUENSE, QUE ABSURDO ESTAMOS PASSANDO, ENXAMES DEMORANDO MAIS DE 8 MESES, INTERNAÇÕES SÓ COM LIMINAR. ATENÇÃO PROVIDÊNCIAS JÁ !!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima