COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

N. 317 Estado atende pedido do MDB para asfaltar vicinal de interesse do comando do partido em Bauru; veja também: quem assume nesta sexta a suplência na licença de Segalla, Carlão do Gás (DEM) ou Ivo Leite (PSL)?

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

N. 317 Estado atende pedido do MDB para asfaltar vicinal de interesse do comando do partido em Bauru; veja também: quem assume nesta sexta a suplência na licença de Segalla, Carlão do Gás (DEM) ou Ivo Leite (PSL)?

A VICINAL

Nem todo ditado popular serve para o uso político. Bom! A questão seria: “cavalo dado se olha os dentes?” A prefeita Suéllen Rosim anunciou, na noite desta quarta-feira, em nova viagem a São Paulo, que Bauru foi contemplada com a terceira etapa do Programa “Novas Vicinais”, através da Secretaria Estadual de Transportes e Logística.

O padrinho é o deputado Itamar Borges, sob a tutela do MDB, que deixou a Secretaria Estadual de Agricultura para buscar a reeleição e apoia a obra na vicinal. A prefeita informa, em seu anúncio oficial, que “o Estado atendeu ao pedido do MDB de Bauru, por meio do vereador Manoel Losila e de Reinaldo Mandaliti, presidente do partido no município (o release erra porque o presidente é Rodrigo)”, para  pavimentar a estrada BRU-023 que liga Bauru-Piratininga (por dentro).

É sabido que a chamada estrada velha que liga Bauru a Piratininga tem, em seu trajeto, proprietários de terras rurais de empresários que têm projetos de empreendimentos imobiliários ao longo do percurso. Para esta etapa, entretanto, terá de ser suplantada outra medida que depende do Executivo e da aprovação em lei específica: estender o perímetro urbano até estas glebas.

A ESCOLHA

Assim, o público tem o direito de saber que a opção do MDB local atende, por óbvio, também aos seus comandantes locais, além de outros proprietários. A família Mandaliti tem propriedade no percurso até Piratininga (Águas Virtuosas). Dito isso,. outras questões precisam ser discutidas nesta demanda.

Do ponto de vista técnico, de gestão e vocação, é possível argumentar que o programa estadual de vicinais privilegia corredores de tráfego de produção ou adensamento, com ênfase para escoamento ou mobilidade. De outro lado, o Estado também tem autorizado investimentos no setor para importantes interligações entre municípios, ou locais onde haja vetor com maior tendência de ocupação.

No caso da ligação Bauru-Piratininga, porém, também é preciso apontar que os moradores (centenas) de condomínios e mesmo da cidade vizinha reivindicam, há anos, a duplicação ou, no mínimo, melhorias (acostamento e terceira faixa) na outra rodovia (a ligação que “continua” a partir da Avenida Castelo Branco até Piratininga).

O trecho é muito perigoso, densamente povoado em vários pontos do percurso, e por ele estão “nascendo” mais e mais condomínios, com aumento significativo no tráfego e registro de acidentes.

PRIORIDADE

Assim, por critério de prioridade, não significa que seja desprezível asfaltar a estrada velha. Não. O CONTRAPONTO não vai se prestar ao papel de melindres ou da chincana política que o anúncio desta vicinal possa trazer (por evidentemente beneficiar o comando do MDB de Bauru e outros empresários que estão nesta localidade – e eles têm o direito de pleitear a benfeitoria).

É notório que a passagem do asfalto vai valorizar propriedades e ampliar a viabilidade de empreendimentos (inclusive condomínios) previstos naquela direção. E toda benfeitoria, em qualquer canto da cidade, gera o natural efeito de valorização e adensamento por onde passa ou chega.

Contudo, no foco do tema (vicinais) a reivindicação da outra opção de interligação entre as cidades vizinhas, por critérios de tráfego, ocupação já concretizada e demais citações elencadas, é mais importante.

De outro lado, entre os produtores rurais de Bauru, há solicitações, igualmente antigas, para que os corredores de escoamento de produções (sobretudo de hortifrutigranjeiros) recebam asfalto. As vicinais, em terra, do Rio Verde, sítios Santa Maria e da estrada na direção do Aeroporto Bauru-Arealva estão no topo dessas prioridades.

DA BASE

Do ponto de vista político, o MDB se aproximou da base de apoio de Suéllen há poucos meses na cidade, conforme antecipado pelo CONTRAPONTO ao contatar sua liderança, Rodrigo Mandaliti. Na CEI da Educação, seu vereador Manoel Losila ratificou irregularidades apontadas no relatório mas se posicionou contra a Comissão Processante (CP) em relação à prefeita.

INFORMAÇÕES

O anúncio da pavimentação da estrada velha Bauru-Piratininga pela Prefeitura não trouxe dados, como as benfeitorias a serem realizadas (drenagem, escoamento de águas, microbacias, quilometragem de pavimento) e o valor do investimento. Assim que conseguirmos estes dados informamos.

QUEM ASSUME?

O vereador José Roberto Martins Segalla (DEM) sai de licença por 30 dias, a partir desta sexta-feira, para nova cirurgia no quadril. Até a noite de hoje, porém, o Cartório Eleitoral ainda estava sendo consultado para se dirimir dúvida sobre quem assume, por suplência.

A princípio, pelo critério de homologação do resultado da eleição de 2020 pela Justiça Eleitoral e diplomação, Carlão do Gás é quem é suplente do Democratas. Contudo, foi levantada discussão se a fusão do partido com o PSL, recente, geraria efeitos também para posse de suplentes. Por esta dúvida, juntos, DEM e PSL passaram a ter nova bancada, composta agora por Chiara Ranieri, José Roberto Segalla e Coronel Meira. Eduardo Borgo busca na Justiça o direito de confirmar sua desfiliação por não se sentir representado pelas diretrizes decorrentes da fusão.

Assim, o União Brasil passou a ter 3 vereadores e estes “carregam” como suplentes Ivo Leite (a princípio na vaga de Meira) e Carlão do Gás, na origem na vaga do DEM, como já explicado.

CLÁUSULA DE BARREIRA

Um leitor pergunta se o suplente tem de ter pelo menos 10% dos votos válidos (a chamada cláusula de barreira) para se habilitar a assumir a vereança, ainda que por um pequeno período. 

A cláusula de barreira foi inserida como regra na última eleição para impedir, no ato da distribuição das cadeiras, que alguém com votação muito reduzida tomasse o lugar de alguém mais bem votado. Ou seja, a aplicação da regra se dá na fórmula de aplicação do preenchimento das cadeiras (17 no caso do Legislativo de Bauru).

A partir deste momento, com a homologação dos eleitos pela Justiça Eleitoral, as suplências ficam definidas independentemente de quantos votos os demais candidatos obtiveram.

Sobre a dúvida em relação a quem assume no lugar de Segalla, haverá notificação do União Brasil, que reúne DEM e PSL. Estes grupos agora na mesma legenda, em tese, são os interessados e podem, em caso de dúvida, acionar a Justiça Eleitoral para tanto. Em tese, é isto que foi conversado até a noite desta quarta-feira…  Mas… 

MOTORISTAS DE AMBULÂNCIA

Tensa em vários momentos além do que a pauta apontava, a dúvida em relação a situação dos motoristas da Prefeitura que, há anos, atuam como condutores de ambulâncias na Secretaria de Saúde parece resolvida.

Tanto os servidores da Unidade de Transporte de Paciente (UTP) quando do Samu, treinados e já com cursos técnicos de aperfeiçoamento para o trabalho exigido no socorro de pacientes com o uso de veículos, receberam dos secretários de Administração, Donizete do Carmo, e da Saúde, Alana Trabulsi Burgo, a garantia de que não sofrerão prejuízos.

A informação foi prestada em audiência pública, convocada e presidida por Estela Aolmagro. Servidores reclamaram de assédio moral por chefias, nos últimos anos, mas também ouviram que teriam praticados (alguns) pressão também irregular contra coordenadores. Ou seja, o clima no setor não parece nada bom.

Ao pé da letra, a pendência parece ser mais uma que cresceu, como turbulência, por erro de comunicação e estratégia de gestão no encaminhamento.

TRANSPOSIÇÃO    

Juridicamente, o motorista (cargo mais antigo na Prefeitura) não pode ser elevado a técnico (condutor de unidade de urgência e emergência, cargo criado pelo PCCS para o Samu, em especial). A transposição é inconstitucional.

Ocorre que a Prefeitura já fez lambança, nos últimos governos, em vários cargos ou funções na mesma situação. Até hoje, merendeiras fazem comida, mas não são cozinheiras no cargo…. agentes de administração tocam a máquina, os atos administrativos, mas não são técnicos…. Mas o técnico tem salário superior ao nível mais abaixo…

SAÍDA

O governo vai revisar a decisão administrativa relativa ao caso, deixando claro que os atuais motoristas permanecem nas funções de condutores de veículos da Saúde, com as vantagens já existentes, sem prejuízo. E a Saúde vai abrir concurso para que as vagas futuras, ou que se tornam vazias por aposentadoria ou óbito de motoristas, sejam preenchidas, no tempo, pelos técnicos.

Hoje, conforme a secretária Alana Trabulsi, existem 31 servidores da UTP e 20 lotações no Samu (motoristas). Os técnicos para a condução dos veículos do setor são 17.

REAÇÃO DO ALUGUEL

Causou reações a decisão do Executivo de encerrar o antigo contrato de locação do prédio para o programa de idosos no Centro, o PROMAI. A administração alugou imóvel bem mais caro na Zona Sul, perto do Supermercado Pão de Açúcar, no Jardim Estoril.

O imóvel ´que era alugado, por 20 anos, é da família Ranieri. Como se sabe, Chiara Ranieri é presidente da CP contra a prefeita… mais uma labareda para a digestão política local…

CARGOS TUCANOS

O ex-prefeito Clodoaldo Gazzetta se ajeitou na Prodesp, em cargo de confiança do governo estadual. Sua esposa, Lázara, já está em outro cargo (de direção) há mais tempo.

MORTES VIOLENTAS

A Polícia Civil, através da DEIC de Bauru, esclareceu dois casos graves de homicídio e tentativa de Homicídio ocorridos no último fim de semana na cidade de Bauru.

Na madrugada da última segunda-feira, G.F.S.N de 25 anos foi alvejado por pelo menos três disparos de arma de fogo na quadra 3 da Rua Tomaz Bosco, no Jardim Ouro Verde.
Na mesma região, na noite de sábado (25/06) havia sido encontrado parcialmente enterrado em uma região de mata um cadáver do sexo masculino, amarrado, com sinais de violência e queimado.
Na investigação no bairro onde prevalece a chamada “lei do Silêncio”, a equipe de Investigação de Homicídios da DEIC identificou dois adolescentes de 17 anos ligados ao tráfico de drogas como sendo os autores dos dois crimes.
“Obtivemos informações que os mesmos chegaram inclusive a transitar no bairro com o veículo de uma vítima de desaparecimento, porém após a família divulgar nas redes sociais que procuravam o homem os mesmos teriam ateado fogo no carro, nas proximidades da estrada da Boa Vista (final da Rua Bernardino de Campos)”, aponta o comunicado.
A equipe da DEIC ligou o desaparecimento de J.C.S de 50 anos com o encontro do veículo incendiado (apesar de não ter sido registrado BO, mas apenas “notificação de ocorrência” pela PM) e passou a trabalhar com a possibilidade de ser a vítima morta e enterrada.
Representando pela internação provisória dos dois adolescentes, na tarde de hoje (quarta-feira), eles foram localizados por uma equipe do BAEP no Parque Jaraguá.
Na DEIC, segundo os policiais, ao serem entrevistados os adolescentes confirmaram a prática dos dois crimes, dizendo que a tentativa se deu pois estariam sendo ameaçadas pela vítima (também ligado ao tráfico no bairro). Em relação ao cadáver, disseram que a vítima estava no bairro para adquirir drogas e teria “mexido” com a irmã de um deles (adolescentes). A DEIC descreve que após assumirem o volante do veículo levaram o homem para a mata fechada onde o corpo foi localizado. Ele foi agredido com pauladas, sendo enterrado em cova rasa.
Orientados por advogado constituído e na presença de seus responsáveis, informaram que vão falar dos fatos apenas em Juízo, calando-se na fase policial, informa a DEIC.
Após exame de corpo de delito, foram encaminhados a Fundação Casa onde responderão pela prática de ato infracional de Tentativa de Homicídio e também Homicídio e Ocultação de Cadáver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima