COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

N. 366 Fakes confundem eleitores até com mensagem da urna. Veja como funciona. Leia também: Coronel Meira é vítima de ‘vídeo velho’ e TSE mira Capitão Augusto em investigação eleitoral

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

N. 366 Fakes confundem eleitores até com mensagem da urna. Veja como funciona. Leia também: Coronel Meira é vítima de ‘vídeo velho’ e STF inclui Capitão Augusto em investigação eleitoral

 

INDÚSTRIA DA MENTIRA 

Como esperado, infelizmente, a indústria de mentiras e publicações também para confundir o eleitor de boa fé (porque os malandros estão juntos nesta e ajudam a espalhar a bagunça) estão inundando as redes sociais. E a partir desta sexta-feira será bem pior. Muito pior. Se você está esgotado disso, a única maneira de se livrar do jogo sujo é boicotar os malandros e denunciar.

O eleitor reclama, mas é muito passivo. A Justiça Eleitoral e a Polícia Federal estão com plantões para receber denúncias, até domingo a noite. Se não quer perder mais tempo com isso, é só clicar em denunciar no próprio aplicativo que você usa, ou nos grupos das redes, como WattsApp e Facebook e registrar!

Se quer participar da democracia, mesmo, infelizmente você (eleitor responsável) terá de contribuir também denunciando.

FAKE DO VÍDEO VELHO

Por falar em disseminação de conteúdo falso. Alguns são malandros além da conta. Coronel Meira, por exemplo, candidato a deputado estadual por Bauru e região, teve de agir contra a divulgação de uma fala vencida sua, quando protestou ao falar na tribuna da Câmara de que ia desistir da candidatura em reclamação contra a não inclusão de seu nome na lista inicial de candidatos.

Quem assiste ao vídeo desta fala, do passado, editado, acha que ele não está na disputa. Coronel Meira é candidato e não é a única vítima desse tipo de manobra.

Entre os candidatos a presidente o festival de mentiras é muito maior. Está um vale tudo indescritível.

CAPITÃO AUGUSTO

Vice-presidente nacional do PL, com domicílio eleitoral em Bauru, o deputado federal e candidato à reeleição, Capitão Augusto, também entra na mira do Tribunal Superior Eleitoral na apuração sobre informações de fraude contra as urnas eletrônicas atribuídas a seu partido.

Para o Tribunal, “as conclusões do documento intitulado ‘resultados da auditoria de conformidade do PL no TSE’ (disseminado pelo PL) são falsas e mentirosas, sem nenhum amparo na realidade, reunindo informações fraudulentas e atentatórias ao Estado Democrático de Direito e ao Poder Judiciário, em especial à Justiça Eleitoral, em clara tentativa de embaraçar e tumultuar o curso natural do processo eleitoral”.

A apuração também passa a apurar a disseminação através do comando do partido. Contatamos a assessoria do deputado sobre o caso.

O FAKE DA URNA

Recebemos uma quantidade enorme de mensagens perguntando se era verdade que a urna vai invalidar o voto de quem apertar a tecla confirma sem conferir o número (por 1 segundo, na tela, após digitar o número do candidato). Não é isso!

É só olhar o vídeo oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A mensagem com duração de apenas 1 minuto explica até os barulhinhos diferentes da urna, 1 que “apita” após você digitar o número para um cargo e outro que apita diferente quando você aperta ‘confirma’.

De tão fácil, é mais fácil assistir ao pequeno vídeo com animação para ouvir e ver como funciona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima