COLUNA CANDEEIRO 25092020 NELSON ITABERÁ

n.º 48 – Assédio e busca de “espaço” no próximo governo já estão em curso

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

Nº 48 ASSÉDIOS E BUSCA DE ESPAÇOS NO PRÓXIMO GOVERNO JÁ ESTÃO EM CURSO

 

MUITA SEDE OU DESESPERO

Nem bem o resultado do primeiro turno ecoou por todos os cantos da cidade e, acreditem, já começaram as conversas por busca de espaço em eventual governo. Pode parecer absurdo pra você, de fora da ciranda política, mas ainda na segunda-feira à noite já tinha integrante de partido “se colocando à disposição” para ajudar no “segundo turno”.

A definição exata disso é BUSCA DE UMA BOQUINHA! Só foram dois dias depois da eleição no domingo, mas já tem interlocutor do governo defendendo que fulano fique à frente de tal setor, que o cicrano tem de ser aproveitado…

Mas tem mais. Há outro “movimento”. Integrantes da turma “sem salário, sem cargo” a partir de 1 de janeiro de 2021 conversam para “unir forças” para dialogar (ou com Suellen ou com Raul). A ideia é na lata: juntos esses correligionários reúnem mais cacos para barganhar acomodações no futuro governo.

DEFESA DO VICE

Apesar dos ataques ao jornalismo e ao livre exercício da profissão, além de ofensas, o CONTRAPONTO segue sua missão. Assim, publicar a defesa de acusados na Processante é nossa obrigação! Assim, está no site as defesas de Sandro Bussola e Fábio Manfrinato.

Um apontamento necessário à defesa prévia escrita por Fábio Manfrinato, vice na chapa de Raul. Ele confirma o que disse ao CONTRAPONTO: foi atendido no pagamento das passagens aéreas para viagens a Brasília, através do governo. Falta revelar quem pagou as passagens e como aconteceu a intermediação para o recebimento dos bilhetes.

MATERIAL CONTRA SUELLEN

Circula mais de um material em relação à candidata Suellen Rosim (Patriota). Em um dos materiais é citada a rejeição de contas da jornalista como candidata a deputada (em 2018), julgadas irregulares pela Justiça Eleitoral.

O CONTRAPONTO fez matéria sobre esta decisão, ainda no início deste ano. A rejeição das contas é fato!

Em outro material, um integrante do time que apoia Suellen aparece tascando palavrão contra eleitores que votaram em candidaturas citadas em apuração no caso Cohab.

O segundo turno é de curta duração mas, neste ritmo, será pesado!

ATROPELANDO

A eleição para a definição de quem comandará a cidade a partir de 2021 será no dia 29 de novembro, mas pessoas de diferentes partes de nichos, como servidores municipais, entre outros, estão tentando encontro com a candidata. O mesmo já aconteceu com Raul Gonçalves.

Gente! Ou esse pessoal é muito ansioso, ou não tem noção de relação política, ou passa por cima mesmo do processo eleitoral…

OPERAÇÃO BILTRE

Foi deflagrada pela Polícia Federal Operação (Biltre) no Estado, com acusação de que teria ocorrido cobrança de propina no âmbito do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da instituição, para não punir advogados ou retirar processos de pauta.

A OAB estadual é presidida por Caio Augusto Silva Santos. A instituição enviou nota oficial dizendo que “foi determinada a imediata apuração interna, sendo que a OAB SP e o seu TED estão cooperando com as Autoridades competentes visando à irrestrita elucidação dos fatos e à responsabilização daqueles que eventualmente possam ter cometido quaisquer condutas irregulares se houver”.

SABATINAS

O segundo turno ficou demasiadamente curto. Por isso, mesmo, o ideal é que emissoras de rádio e TV realizem vários debates entre os dois candidatos.

E tem de definir isso já!

Nesta semana, enquanto isso, a Assenag ouve Suellen Rosim e Raul Gonçalves. Integrantes de movimentos, como da classe artística, por exemplo, também querem ouvir os candidatos.

COVID – ALERTA

A ideia prematura de desmobilizar estruturas de atendimento Covid, em queda em Bauru, sem aguardar as próximas etapas, ou o desdobramento dos comportamentos pós pico da pandemia se mostra, de fato, ruim.

Não é só no exterior que os casos aumentam em alguns núcleos. E, a seguir a mesma sequência do ciclo inicial da doença, os locais com maior mobilidade e populosos, como as capitais, tendem a apresentar aumento de casos (novamente) e, depois, há que ser observado como isso vai acontecer no Interior.

Ou seja, nenhuma autoridade poderá alegar agora que não há elementos científicos, de análise técnica, do comportamento “social” da doença para a tomada de decisões serenas, racionais.

Aguardemos!

 

1 comentário em “n.º 48 – Assédio e busca de “espaço” no próximo governo já estão em curso”

  1. Tenho percebido que a Suellen se tornou um fenômeno nas redes sociais! Sua interação é infinitamente maior que a de Raul! Todos querem conhecê-la! Ontem ela fez uma live de 30 minutos que gerou 3000 comentários! Isso deve ser observado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima