O que é a “Onda Azul” e como ela afeta seus investimentos?

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

Investir não é tarefa fácil. Existem muitos fatores que afetam as aplicações financeiras e as fazem variar. É de comum senso no mercado que, no longo prazo, o preço das empresas segue a evolução de seu lucro. Mas e no curto prazo?

No curto prazo, outros fatores…

Dados sobre a lucratividade das empresas são escassos, e assim entram em cena outros fatores:

O mais importante é a oferta e demanda, de fato é esta relação que faz com que preços subam ou caiam: se há mais vendedores, o preço tende a cair. Se há mais compradores, o preço tende a subir.

Mas, em um prazo ainda mais reduzido, notícias são grandes influenciadores. Uma notícia negativa, pode derrubar o mercado inteiro, simplesmente por ser inesperada, e o oposto também é verdadeiro.

A “Onda Azul”

Uma das notícias que mais afeta o mercado é sobre eleições, e principalmente a da maior potência econômica, a americana, que rouba a atenção dos mercados internacionais para si.

2020 não foi diferente. O ano foi marcado por uma das eleições mais acirradas na história da maior democracia do mundo,  entre o republicano Donald Trump e o democrata Joe Biden. Cada notícia agitava as cotações nas bolsas mundiais, e um receio era o principal: A Onda Azul.

Lá nos EUA, os partidos tem cores muito bem definidas. Enquanto os republicanos tem a cor vermelha, os democratas tem a cor azul.

Após 4 anos, com a Presidência e o Senado “vermelhos”, o mercado estava analisando com muita calma a possibilidade de que o poder Executivo e o Legislativo estivesse todo sobre o controle dos democratas. Isso é a Onda Azul. E ela pode ser confirmada hoje.

No final do ano passado, havia sido confirmada a maioria democrata para a Câmara dos Deputados e também a  eleição de Joe Biden. O Senado porém está aguardando a apuração de votos de duas cadeiras restantes, dos senadores da Geórgia.

Nesse momento, o estado apura a votação que aconteceu na última terça feira. Uma cadeira já definiu a vitória de um democrata, enquanto ainda se aguarda a definição da segunda cadeira, que caso um democrata seja eleito, a onda azul se confirma.

E meus investimentos?

O receio do mercado com a onda azul é um mal conhecido pelos brasileiros: problemas fiscais. Os democratas são conhecidos por serem mais expansionistas e terem menos preocupações com o cenário fiscal do país. Enquanto no meio da pandemia, isso é um excelente sinal de curto prazo pois auxiliaria a população e as empresas, mas pode deteriorar um cenário para o longo prazo.

1 comentário em “O que é a “Onda Azul” e como ela afeta seus investimentos?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima