Pesquisa: 90% dos brasileiros preferem apps aos sites

Por Gustavo Candido

Acompanhar pesquisas é importante para entender as dinâmicas do mercado e, principalmente, como os consumidores (seus clientes em potencial) se comportam.
Essa semana, a americana Appdome divulgou uma pesquisa realizada com 25 mil consumidores de 12 países, entre eles o Brasil, que traz dados muito interessantes.

De acordo com o estudo, 90,3% dos consumidores brasileiros preferem usar aplicativos móveis do que canais da web.

Apenas 8,9% disseram preferir usar o computador ou acessar um site em vez de apps. A média brasileira foi 18% maior do que a mundial, de 76,5%.
Não é exatamente uma novidade que o consumidor brasileiro navega mais pelo smartphone e outros dispositivos móveis do que pelo computador. Entretanto, o gosto por aplicativos, como mostra a pesquisa é um sinal de como esse tipo de canal vale a pena.
Sua empresa tem um aplicativo próprio?

Quais aplicativos os brasileiros mais usam?
A pesquisa da Appdome mostra que 73,7% dos brasileiros acessam diariamente de um a 10 apps. O número fica um pouco abaixo do que a média global de 77,2%. Por outro lado, o número de brasileiros que utilizam de 11 a 20 aplicativos por dia é 7% maior do que os consumidores globais. Entre os que usam mais de 20 apps, a média é 33% maior do que a mundial.
Segundo a Appdome, o consumidor brasileiro usa com mais frequência quatro tipos de aplicativos: mídias sociais (60,1%), mobile banking (47,6%), carteiras digitais, aplicativos de transferência de dinheiro e pagamento (46%) e delivery de comida (38,7%).

Com exceção das mídias sociais, os brasileiros superam os usuários de outros países na utilização dos demais tipos de aplicativos. Ou seja, os serviços oferecidos via aplicativo são muito bem aceitos pelo usuário brasileiro (vamos lembrar, por exemplo, que o Pix é o meio de pagamento mais usado no país, segundo o Banco Central). Mas o consumo também vai bem, aponta o levantamento da Appdome. 43,5% dos brasileiros disseram que se sentem muito confortáveis e fazem compras no smartphone com frequência, sendo que 35,9% preferem usar aplicativos para isso.

O consumidor brasileiro está no mobile
Para complementar a informação sobre o uso de apps, resgato aqui uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) do final de 2022 sobre o uso de dispositivos móveis no Brasil. De acordo com a FGV, o país possui atualmente mais de um smartphone por habitante.
São 242 milhões de celulares com acesso à internet em uso no país, cuja população é de cerca de 214 milhões de habitantes, segundo o IBGE. Quando notebooks e tablets são adicionados na conta, o total de dispositivos portáteis salta para 352 milhões, ou seja 1,6 por pessoa.
O que isso tudo significa?
Que o consumidor brasileiro está no smartphone o dia todo e, assim, pode comprar, pesquisar e se comunicar com a sua empresa a hora que quiser.

Outro ponto importante: essa realidade não vai mudar e voltar a o que era antes. Pense nisso na hora de direcionar seus esforços de comunicação e venda.

O autor é consultor de marketing digital, fundador da Conten Comunicação Digital. Também é jornalista e autor de livros sobre Trade Marketing, Atendimento e Multicanalidade e Gestão de Marcas.
Instagram/Facebook: @gucandido; LinkedIn: gustavo-candido

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!
Rolar para cima