Prefeitura afirma que não procede inclusão de Bauru na lista de aplicação de vacina vencida

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
A Prefeitura contesta a denúncia realizada pela UOL em relação a Bauru

A Prefeitura de Bauru contesta a inclusão da cidade na matéria divulgada pela UOL/Folha apontando a ocorrência de eventual aplicação de vacinas vencidas em lotes da AstraZeneca. Segundo a administração, foram contatadas todas as pessoas imunizadas na relação dos lotes levantados pela publicação da UOL, não sendo identificado nenhum caso de aplicação de dose vencida.

Em nota à imprensa, o governo bauruense diz que: ”

A Prefeitura de Bauru, através da Secretaria de Saúde, informa que os dados publicados em matéria do jornal Folha de São Paulo e do site UOL nesta sexta-feira (2) não são procedentes.

A matéria cita que, em Bauru, teriam sido aplicadas 22 doses vencidas da vacina AstraZeneca/Oxford. No entanto, a Secretaria de Saúde verificou todas as aplicações citadas com inconsistências no sistema da vacinação que é repassado ao Estado e Ministério da Saúde. O município entrou em contato com as pessoas que tomaram as referidas doses.

Das 22 doses mostradas na reportagem, nos lotes e unidades citados, apenas 15 constam efetivamente no sistema de saúde, conforme o governo. A Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Saúde Coletiva e da Divisão de Vigilância Epidemiológica, em parceria com as unidades, manteve contato com as 15 pessoas que receberam estas doses. “Apenas uma não foi localizada, mas as informações disponíveis no sistema apontam para aplicação dentro do prazo de vencimento. Em todas as demais, as informações citadas na matéria não correspondem com os dados que estão nos cartões de vacina das pessoas”, reafirma a administração.

Em um dos casos, o lote citado que seria, conforme a matéria, referente a Casa da Mulher, nunca foi enviado para este ponto de vacinação. Em outro, uma pessoa que tomou a primeira dose em Uberlândia consta na reportagem como vacinada em Bauru na primeira dose, sendo que ela tomou apenas a segunda dose em Bauru. Também há um caso citado na matéria de um lote aplicado na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Cardia, mas o referido lote foi para a UBS do Jd. Europa. E em outro caso na UBS do Jd. Europa, foi verificado um erro de digitação do lote.

A Secretaria de Saúde entrou em contato por telefone com as pessoas que tomaram a vacina nas datas, lotes e unidades citados onde constam as eventuais inconsistências no sistema, e ao conferir os dados anotados na carteira de vacinação, foi verificado que as pessoas tomaram a vacina dentro do prazo de validade.

O governo salienta que “todas as vacinas da Covid-19 e de qualquer outra doença que são enviadas ao município são devidamente verificadas e aferidas no momento da entrega, quanto ao lote e prazo de vencimento. As doses são armazenadas e distribuídas seguindo todos os critérios preconizados nas notas técnicas emitidas pelos fabricantes das vacinas, pelo Ministério da Saúde e Anvisa”.

O governo destaca que “os servidores que atuam nas unidades de saúde são treinados e qualificados para fazer a prévia aferição das vacinas antes da aplicação na população. Além disso, em nenhum momento a Secretaria de Saúde foi notificada pelo Estado ou Ministério da Saúde sobre possível existência de lotes de vacina fora do prazo de vencimento”.

BOLETIM
O boletim oficial desta sexta aponta 1073 óbitos na cidade, com 128 pessoas entre as que não conseguiram resistir a espera de leito UTI enquanto eram atendidas no Pronto Socorro. 
AGENDAMENTO
De outra parte, a Secretaria de Saúde vai abrir agendamento para quem tem 37 anos ou mais na próxima semana, conforme o secretário Orlando Costa Dias. Mas NESTE SÁBADO, a agenda é para quem tem 38 ANOS:
A Secretaria de Saúde, antecipou o começo da vacinação para pessoas com 38 e 39 anos, que poderão receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 a partir deste sábado (3/7). As pessoas com 40 anos ou mais que ainda não receberam a primeira dose também poderão tomar a vacina.
Neste sábado, a aplicação será das 8h às 12h, em 11 pontos de vacinação. Antes, é obrigatório o agendamento no site da Prefeitura de Bauru (www.bauru.sp.gov.br/agendamentovacinas), ou no banner destacado em vermelho no site. Ao entrar na página, a pessoa deve ir no ícone ‘Coid-19 – 1ª dose população de 38 anos ou mais 03/07/2021’.
Além do agendamento no site da prefeitura, é importante que as pessoas também já façam o cadastro no site ‘Vacina Já’, do governo estadual (https://vacinaja.sp.gov.br/), o que agiliza a espera na unidade, pois o cadastro é obrigatório para todos que receberão a vacina. Depois, na unidade e horário marcados, a pessoa deve apresentar RG, CPF e comprovante de residência.
SOLIDÁRIO
O Fundo Social de Solidariedade de Bauru segue com a campanha ‘Proteja a sua vida e garanta a sobrevivência do outro’, com a arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene em todos os pontos de vacinação.
As pessoas podem fazer as doações tanto durante a vacinação contra a Covid-19, como na vacinação da Influenza. A doação é espontânea e voluntária, e os materiais são direcionados ao Fundo Social de Solidariedade.
Depois, os alimentos e produtos de higiene são distribuídos a famílias em situação de vulnerabilidade cadastradas na Sebes.

1 comentário em “Prefeitura afirma que não procede inclusão de Bauru na lista de aplicação de vacina vencida”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima