Prefeitura interdita estádio do Noroeste

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

A Prefeitura de Bauru, através da Secretaria de Planejamento, interditou o Estádio Alfredo de Castilho. Conforme a decisão (abaixo), o Esporte Clube Noroeste foi notificado e não apresentou alvará de funcionamento.

A medida, tomada pelo secretário  da Seplan, Nilson Ghirardello, foi recomendado pelo Ministério Público. Segundo o termo de interdição, inquérito civil em andamento, há tempos, apontou a necessidade de cumprimento de medidas de segurança – conforme normas adotadas pelo Corpo de Bombeiros.

Luiz Roberto Tizoco, da rádio 94 FM, fez o apontamento da interdição hoje.

Ex-presidente do clube, o advogado Estevan Pegoraro comentou que as intervenções apontadas para restabelecer o AVCB – Vistoria dos Bombeiros – implicariam em despesas de cerca de R& 100 mil. O valor é impraticável para o clube neste momento.

O Complexo Alfredo de Castilho está sob ação judicial onde, em primeira instância, a decisão aponta para a “devolução” do imóvel para o Municipio. Há recurso do Noroeste em andamento.

Conforme integrante do clube, a utilização do espaço vinha sendo realizada porque as partidas de futebol não estão recebendo público, em razão da pandemia.

Corrimões em toda a extensão e a substituição de portões por dispositivos do tipo corta-fogo estão entre as exigências para obtenção do AVCB, Também há apontamentos para ajustes no telhado da arquibancada e sanitários.

GOVERNO

A interdição está sendo digerida no meio há vários dias. Mas só hoje “vazou”. Após a divulgação, a Prefeitura emitiu nota reiterando que o MP apontou interdição e que as tentativas de buscar ajustes a serem feitos pelo Noroeste não prosperaram.

“A ordem de interdição se deu pelo não cumprimento de determinações exigidas no Sistema Integrado entre município, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e órgãos ambientais. O assunto vem sendo discutido em diversas reuniões, desde o começo do ano entre a Prefeitura de Bauru, o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e o Noroeste, para que as adequações exigidas fossem apresentadas.

Como as adequações ainda não foram cumpridas, por determinação do MP-SP, a prefeitura expediu a interdição do estádio. A notificação deve ser levada ao clube até esta sexta-feira (8). Uma das pendências está relacionada com a falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que para ser emitido, precisa de obras que já foram solicitadas ao clube pela corporação. Seguindo a legislação, a prefeitura apenas poderá emitir a liberação do alvará quando as demais pendências estiverem sanadas. A prefeitura destaca ainda que segue discutindo o assunto com todos os envolvidos, em busca de uma solução, para que o clube possa fazer os treinos o quanto antes em seu estádio, e mandar seus jogos em Bauru no ano que vem com o apoio de sua torcida”, confirma a nota da assessoria.

 

 

5 comentários em “Prefeitura interdita estádio do Noroeste”

  1. Marco Antonio Vilela Peixoto

    Ajudar o EC Noroeste ninguém ajuda, agora atrapalhar e interditar o estádio sempre aparece a prefeitura e seus burocratas. Pobre EC Noroeste se depender dessa gente.

  2. Freddy Andreote Bertone

    Meu comentário é o seguinte, a cidade de Bauru ganhou o estádio Alfredo de Castilho da Ferrovia , então é obrigação da cidade toda cuidar de seu patrimônio, pousar isto não ocorre , ninguém deveria estar usando o nome do Clube.

  3. Diretoria ridícula
    Umas das piores que já passaram pelo clube
    Falaram tanto que ia fazer acontecer e não fizeram nada
    Único que salva ali que nem parte da diretoria faz é o Reinaldo mandalite, esse sim ajudou muito e ainda dentro das possibilidades continua ajudando
    E o Deda e o Caio tbm são pessoas que querem ajudar no meio do possível
    Esses três aí tem que ter o respeito do povo bauruense
    E essa prefeitura de Bauru sempre querendo prejudicar o esporte maior de Bauru

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima