Suéllen anuncia pandemia, limpeza e dengue como primeiras medidas

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Orlando Costa Dias e Suéllen Rossim assinaram o termo de posse na Câmara

 

A jornalista Suéllen Rosim (Patriota) tomou posse, na Câmara Municipal de Bauru, no final da tarde da sexta-feira (01 de janeiro de 2021), ao lado do vice, o médico Orlando Costa Dias, Em breve entrevista, a prefeita elencou como as primeiras medidas, da primeira semana de gestão, atuar em relação à pandemia, a limpeza da cidade e a dengue.

Suéllen disse que vai prorrogar o atual decreto do ex-prefeito Gazzetta, que tem vigência até o dia 03 de janeiro, em relação a regras para o funcionamento de atividades não essenciais. Assim, segundo ela, Bauru seguirá na fase amarela para estes primeiros dias de governo.

A partir disso, a prefeita disse que vai acompanhar diariamente a situação da transmissão da doença e pretende discutir orientação junto aos diferentes segmentos da cidade. Suéllen não adiantou se adotaria medidas mais duras caso os indicadores epidemiológicos assim apontarem.

Conforme Suéllen, a “pandemia exige acompanhamento diário e vamos conversar com os especialistas e ter uma posição de orientação em relação ao que for possível. A zeladoria do município também precisa ser cuidada neste início, até em função do curto período de tempo e de serviços que não podem parar, assim como a dengue”.

Suéllen disse que “responsabilidade” é o ponto essencial das ações em relação ao seu governo. Ela reiterou que vai dialogar com a Câmara e pediu ao secretariado que elabore projetos “com o menor número de erros possível. Queremos nos antecipar para discutir os projetos e evitar que eles venham com erro para o Legislativo”.

A prefeita também disse que falou ao secretariado para tomarem pé da situação nessas “duas primeiras semanas”, para que, depois de agir em relação ao que for inadiável, conversar e encaminhar ações de governo”.

Como adiantado pelo CONTRAPONTO, a prefeita eleita tem agenda oficial com o governador João Dória no próximo dia 8 de janeiro, em São Paulo. Ela disse que a agenda principal é a busca da abertura definitiva do Hospital das Clínicas (HC), como suporte do curso de Medicina pela USP, em Bauru.

Após a solenidade de posse na Câmara, Suéllen e Orlando Costa Dias receberam o comando oficial da Prefeitura de Bauru, das mãos de Clodoaldo Gazzetta.

 

DISCURSO DA PREFEITA E DA CÂMARA

Em seu discurso, Suéllen reforçou os objetivos de dialogar, de conversar no coletivo e respeitar a posição do Legislativo como instituição fiscalizadora.

Ela reforçou desafios e dificuldades a serem enfrentada no que chamou de missão.

Pelo Legislativo, discursou o advogado Eduardo Borgo, vereador eleito empossado.

Ele disse que, finalizado a eleição, o momento é de discussão e resolução dos problemas da cidade. Em nome do Legislativo, o vereador pregou diálogo, sem subserviência, mas com fiscalização crítica, papel essencial dos parlamentares.

 

ELEIÇÃO DA MESA DIRETORA DA CÂMARA

Ricardo Cabelo foi eleito presidente com 10 dos 17 votos do Legislativo

Foram indicados e assumiram candidaturas à presidência para o biênio 2021-2022 os vereadores Ricardo Cabelo (Republicanos), Chiara Ranieri (DEM) e Manoel Losilla (MDB).

O vereador Ricardo Cabelo foi eleito com os votos dele, de Beto Móveis, Estela Almagro, Ubiratan Sanches, Júnior Rodrigues, Carlinhos do PS, Sérgio Brum, Marcos Souza (eleito vice-presidente), Marcelo Afonso e Edson Miguel).  Ubiratan Sanches é o primeiro secretário, com Edson Miguel ocupando a segunda secretaria da Mesa. Chiara teve 3 votos e Losilla 4.

Como candidato à presidente, Ricardo Cabelo disse que pretende ser presidente para colaborar com a administração e disse que exerceria decisão com imparcialidade, caso eleito. “Vou atuar com humildade, simplicidade, para fortalecer o trabalho dos parlamentares”. O parlamentar aguarda decisão sub-júdice no TRE, em relação a recurso eleitoral favorável a Lokadora como eleito (pelo PP).

A vereadora Chiara discursou, na sessão de eleição da Mesa Diretora, que a função é administrativa de muita responsabilidade e que impacta diretamente no trabalho dos parlamentares, na relação com o Executivo e na imagem que a Casa passa a ter perante a comunidade. A vereadora defendeu a criação de serviços como Câmara Mirim, curso de formação política e ampliação dos serviços de comunicação internos.

O vereador Losilla disse que quer representar a instituição em todas as instâncias e disse que se sente preparado para a função de gestão administrativa e a ação política na Casa. Ele defendeu a aproximação entre os poderes, com a ampliação de serviços do Legislativo, como na área de informatização, assim com adequações internas e atualização do quadro de servidores.

Manoel Losilla e Chiara Ranieri disputaram a presidência da Casa

Leia mais sobre a eleição da Mesa, em matéria do jornalista Vinicius Lousada:

https://www.bauru.sp.leg.br/imprensa/noticias/vereadores-elegem-mesa-diretora-com-ricardo-cabelo-na-presidencia/

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima