Suéllen aponta prioridades e desafios em 7 frentes para iniciar o governo

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Suéllen Rosim disse que divulga secretariado na próximo segunda-feira, dia 21/12

Realizar a transição de governo em não mais que quatro semanas e, ao mesmo tempo, levantar nomes e realizar convites para a formação de seu secretariado. Esta tem sido a agenda, ininterrupta no pós-eleição, de Suéllen Rosim (Patriota), que assume a Prefeitura de Bauru a partir de 1 de janeiro de 2021.

A prefeita eleita disse que está levantando “o máximo de informações possíveis” para os temas prioritários, para este início de mandato. Ela reconhece que será impossível levantar e ter profundidade sobre inúmeras demandas. Mas está concentrada, comenta, na identificação de ações inadiáveis, enquanto prepara medidas que possam pavimentar a “cara de seu governo”, pelos próximos 4 anos.

A seguir, na entrevista para o CONTRAPONTO Suéllen adianta seis temas (desafios e prioridades) que desde já terão de ser tratados desde o primeiro dia de governo. Abastecimento de água, Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), Covid/dengue, internações hospitalares/exames, chuvas/enchentes, retomada das aulas e poucos recursos em caixa para trabalhar. 

Estas são as primeiras questões que estão na lista inicial de ações mencionadas por Suéllen. Ela falou sobre a formação do secretariado, da concessão do lixo, das ações preparatórias na Saúde e de outros temas.

Veja abaixo, o texto de pontos da entrevista. Mas se preferir ouvir a entrevista na íntegra, acione aqui:: https://soundcloud.com/nelson-4-1/suellen-transicao-16122020-online-audio-convertercom

 

SECRETARIADO

“Nós vamos anunciar a equipe inteira, de uma vez. Por isso mesmo estou definindo alguns nomes ainda. Espero e estou bastante confiante de fazer isso no máximo segunda-feira”.

EQUIPE

“É difícil sem dúvida nenhuma (buscar nomes de dentro e fora do meio público em razão dos níveis salariais) e nós estamos falando de um ano extremamente atípico. Então não é apenas uma pasta da Saúde. É uma pasta da Saúde com agravantes. Nós temos, exemplificando só Saúde, pandemia, dengue, demanda reprimida de exames, temos situação de UTI pra definir, um HC que foi prorrogado até março… Então, assim, é como trocar o pneu do carro em movimento”.

DESAFIOS

“Existem situações que precisam ser pontuadas. Na Educação tem a retomada das aulas. Então temos muita responsabilidade de fazer as escolhas (dos secretários) sendo muito realista. E tenho sido muito realista com todas as pessoas com quem eu tenho conversado. Digo que nós vamos pegar grandes desafios. Está pronto? Está à disposição? Com coragem? Então junte-se a nós”.

“Por isso é que acredito muito que as pessoas que já tenham uma carreira, tenham suas vidas muito definidas, aceitem por entender como uma missão. Mas a dificuldade realmente existe em atrelar técnica e liderança e conversamos com pessoas que têm excelente desempenho na vida privada, mas que não teriam neste momento a condição de atender a prefeitura”.

PERFIL DO TIME     

“A gente tem que mesclar. E ser muito realista diante dos desafios. Principalmente porque 2021 é um ano que vai cobrar de nós certo conhecimento, de certa forma, de algumas áreas. Acho que tem que basear em dois pontos importantes para o melhor perfil para cada área: técnico e líder.Precisa liderar, precisa ter jogo de cintura e trabalhar em equipe. Então são duas coisas que a gente têm de preconizar”.

“Porque se eu for só para o lado técnico e que não tenha uma boa participação com a equipe de trabalho a gente vai sofrer igual. E existem situações que não nos dão o direito de errar. Ou de fazer uma má escolha. Pode ser que isso aconteça? Pode ser. É absolutamente natural. E não vou ter dificuldade nenhuma em reconhecer que aquela pessoa não funcionou como eu esperava. Mas estou tentando tomar bastante cuidado e sabedoria para fazer essa escolha justamente porque nós temos pouco tempo, mas uma responsabilidade imensa. Então não dá pra ficar jogando nomes. A gente tem que montar uma equipe e começar a trabalhar”.

SALDO DA TRANSIÇÃO

“Se você me perguntar até aqui qual o saldo da transição? Muito bom diante da gravidade dos desafios que temos para atacar. Nós temos falta d´água, Estação de Tratamento de Esgoto (pra concluir), Covid/dengue, período de chuvas e nós temos pouco dinheiro pra trabalhar”.

“Então eu vou pegar 2021 com um imenso desafio. Lógico que é impossível com uma, duas ou três reuniões de transição você conseguir entender todo o processo. Mas eu posso dizer pra você que o saldo tem sido muito positivo. Não vejo dificuldade. Vejo só realmente a necessidade de se debruçar em alguns pontos que serão importantes a partir de agora. Por isso que a gente vai trabalhar com prioridades”.

Porque se a gente for abraçar o mundo a gente não vai dar conta de tudo. Porque são muitas coisas pontuais para serem solucionadas. Então é lógico que migrar da jornalista para a gestora né, que as pessoas falam bastante, tem um grande desafio pelo curto espaço de tempo. Mas eu não tenho outra escolha a não ser oferecer o meu melhor”. 

CONCESSÃO DO LIXO 

“Tive uma primeira reunião a respeito disso e terei uma segunda reunião para entender ponto a ponto do projeto. O que ficou bastante claro pra mim é que o projeto propõe apenas parte do serviço, não da coleta, mas do tratamento final do lixo, e é um projeto que estou chegando no fim dele. A responsabilidade será fazer a revisão de alguns pontos, mesmo em meio a transição. Mas tenho que ser muito realista. Isto vai estar na minha mesa de forma decisiva e profunda no começo do ano. Quando a gente assumir”. 

       

 

 

 

 

 

4 comentários em “Suéllen aponta prioridades e desafios em 7 frentes para iniciar o governo”

  1. Política é difícil… Em campanha se promete e diz que dá pra abraçar o mundo e aí quando ganha o mundo diz que não dá pra abraca-lo… Então pq entrar e concorrer sabendo dos desafios.???? Tipo vamos lá se der deu, vendemos a história e se colar blz… Por isso o povo sempre quando vai votar faz errado e depois fica 4 anos murmurando e chorando que tudo vai mal

    1. Edimar(Rei Momo) como assim escolhe errado? Não ouvi nenhuma promessa dela e nem estou vendo ela fugir da raia. Está apenas sendo realista. Por favor vá devaga, já não chega aquela sua postagem com posterior errata?

  2. gostaria de entender porque emprego e desenvolvimento não é prioridade para nenhum governo ?

    acredito que não seja porque os políticos estão muito bem empregados e ganhando salários vultuosos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima