Suéllen começa transição e vai em busca de “time técnico”

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

 

Suéllen Rosin, prefeita eleita de Bauru

As urnas eletrônicas utilizadas em Bauru ainda nem retornaram para o “descanso” por dois anos, até a próxima eleição, mas o tempo não para e a proximidade com o fim do ano (e a posse) exige esforço adicional da primeira prefeita eleita da história. Suéllen Rosin e do vice, Orlando Costa Dias, do Patriota. Eles  têm pela frente uma maratona de reuniões e análise de estruturas e processos em busca da formação do “time técnico” que anunciou ontem, logo após saber da vitória na disputa em 2020.

Aclamada pela maioria que compareceu às urnas no domingo de 29 de novembro, a jornalista passa agora para outra longa jornada, de quatro anos e um mês. E o ponto de partida é de curto prazo e decisivo: 30 dias para a transição, e a busca de pessoas com expertize, de dentro e fora da administração pública, capazes de aceitar o desafio que a levou à vitória: “arrumar a casa e dar resolutividade aos serviços públicos”.

Além disso, temas estruturais terão de ser definidos ainda no começo de 2021. Estão sob o início de 2021 a indefinida resolução em torno da transmissão da Covid (retomada ou não das aulas presenciais, ajuste do custeio do atendimento na saúde em relação à enfermidade e à carência de leitos hospitalares para casos graves – responsabilidade do Estado), muito pouco recurso em caixa e uma lista enorme de pendências, em diferentes setores.

Contudo, a cidade, de outro lado, tem nas mãos da jornalista Suéllen Rosin e do médico Orlando Costa Dias a oportunidade do recomeço, com um novo ciclo.

Ainda no domingo à noite, a candidatura vitoriosa recebeu ligação do prefeito Gazzetta, colocando o governo à disposição para o levantamento de dados, informações, para que o próximo mandato tenha condições de ser iniciado já com algum conhecimento do que há para ser decidido, resolvido, encaminhado.

A equipe de transição (a ser formada por Suéllen) poderá ter uma sala à disposição na Prefeitura para receber e avaliar as informações que considerar necessária, segundo o prefeito.

A seguir, resumo editorial do CONTRAPONTO para os desafios que estão colocados à mesa desde hoje, com o início da fase de transição de governo:

6 comentários em “Suéllen começa transição e vai em busca de “time técnico””

  1. Ótimo parabéns contudo apenas espero que não se leve pelos servidores públicos de labias perversas que possuem cargos e se acham pequenos prefeitos de suas secretarias. Pois é fato troca governo e muitos se mantém no poder! Chega dos mesmos. Equipe de governo renovada!

  2. Já que não fez alianças nem conchavos pode se dizer que pode acabar com esse cabide de emprego que tem na prefeitura já mostra que relamente é a mudança

  3. Bauru precisa do apoio dos deputados estaduais e federais já que muitos deles levaram grande votação aqui independente de quem foi eleito tem que buscar recursos para nossa cidade boa sorte a Suelen

  4. Antonia Goncalves O Moraes

    Boa sorte
    Enfim alguém para governar para a cidade, não pra interesses particulares nem do governador com suas imposições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima