Sistema Financeiro Nacional - Conselho Nacional de Seguros Privados e SUSEP

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

 

Olá queridos leitores! Hoje falaremos sobre o Conselho Nacional de Seguros Privados, também conhecido como CNSP e sobre a Superintendência de Seguros Privados, conhecida como SUSEP.

O Conselho Nacional de Seguros Privados é a autoridade máxima quando o assunto é seguros privados. Criado em novembro de 1966, é um órgão normativo, ou seja, tem como principal tarefa fixar as diretrizes e normas da política de seguros privados, visando o bom funcionamento do Sistema para todos os personagens que o compõem e o utilizam.

É composto por representantes do Ministério da Economia (Presidente), do Ministério da Justiça, da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, da Superintendência de Seguros Privados, do Banco Central do Brasil e da Comissão de Valores Mobiliários.

A principal atividade dessa entidade é regulamentar e fiscalizar o setor de seguros e também de previdência privada dentro do país. Além disso, também possui o dever de punir irregularidades identificadas dentro do seu âmbito de competência.

Como exemplo prático, podemos citar o seu papel em determinar o quanto uma pessoa irá pagar pelo seguro de vida. Para isso, deve calcular diversas variáveis e transformá-las em estatísticas e probabilidades, cálculo que envolve certa complexidade, por isso é tão importante para o Sistema. Além disso, avalia a capacidade de liquidez de uma empresa de seguro, uma vez que seria muito danoso para a sociedade uma empresa desse setor não conseguir arcar com seus compromissos.

 

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS – SUSEP

Ainda em se tratando sobre seguros privados, temos a Superintendência de Seguros Privados, na hierarquia sendo localizada logo abaixo do CNSP. Possui atribuição supervisora, ou seja, atua de forma que os cidadãos e os integrantes do Sistema Financeiro sigam as regras definidas pelos órgãos normativos, onde nesse caso é ocupado pelo CNSP.

É composta por um conselho diretor que abrange um superintendente e outros quatro diretores, todos nomeados pelo Presidente da República.

A SUSEP supervisiona os mercados de seguros privados, previdência e capitalização garantindo que, quando seu cliente investe em uma Previdência Privada, ele esteja investindo em um produto regulamentado, que irá cumprir exatamente com o seu compromisso de segurar e arcar com os danos do cliente, quando necessário.

Ficaremos por aqui nesse episódio! No próximo falaremos sobre o Conselho Nacional de Previdência Complementar, um órgão parecido com o que vimos hoje! Fiquem ligados!

Murilo Vergara

Se você perdeu o episódio anterior é só acessar pelo link abaixo:

Para investir melhor em renda variável, nada como contar com especialistas. Entre em contato conosco:

Telefone: (14) 3010–1818

WhatsApp: (14) 3245–4345 ou acesse clicando aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima