Elon Musk compra Twitter. O que deve acontecer?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

 

Olá caros investidores, aqui é o Murilo Vergara e estamos inaugurando uma nova série aqui no nosso podcast onde traremos a vocês grandes notícias que impactaram a economia e o mercado financeiro. Então vamos logo para as novidades.

Após algumas semanas de especulação, Elon Musk, o homem mais rico do mundo, comprou 100% do Twitter por 44 bilhões de dólares, cerca de 215 bilhões de reais.

Só para termos uma noção, com esse valor estratosférico daria para comprar a B3, empresa responsável pela bolsa de valores brasileira e ainda levar o Banco do Brasil de brinde. São números realmente assustadores, sendo maior até mesmo que o PIB do Paraguai.

O bilionário de origem sul africana, que já é sócio majoritário da Tesla e dono da SpaceX, não se conteve e comprou integralmente uma das maiores redes sociais do mundo.

Mas como isso pode impactar a economia?

Para os acionistas que tiveram oportunidade de comprar ações do Twitter anteriormente, a notícia foi animadora e já houve uma alta de quase 6% no preço, o que auxiliou na forte alta da Nasdaq, a bolsa norte americana com foco em tecnologia, onde está listado. Vale ressaltar que o Elon Musk já havia comprado 9% da companhia no começo do mês o que gerou uma alta ainda mais agressiva de 27% nas ações.

Além disso o bilionário afirmou, após a aquisição, que a plataforma tem muito potencial e promete muitas melhorias.

Ainda não é possível dizer se a compra valeu a pena ou não, tudo que podemos fazer é esperar as muitas novidades que estão por vir. Considerando que Musk já foi censurado algumas vezes no Twitter e ainda fez um anúncio com foco na importância da liberdade de expressão, imaginamos que haverão grandes mudanças nas políticas da rede.

Mas se o Twitter era uma empresa de capital aberto, ou seja, tinha suas ações negociadas na bolsa de valores, como uma única pessoa pode simplesmente comprar a empresa inteira?

E para responder essa pergunta, trazemos aqui nosso head de renda variável, Victor Salina:

Já ouvimos falar sobre o IPO, que é o processo de abertura de uma empresa na bolsa, porém neste caso, estamos falando de um OPA, a oferta pública de aquisição, onde o acionista fala diretamente com o conselho da empresa para comprar todas as ações da empresa e então os acionistas minoritários são quase que “obrigados” a vender as ações, mas o comprador oferece um prêmio para os acionistas não saírem no prejuízo. No caso do Twitter esse prêmio foi de 38% do valor em tela, no valor de US$54,20 por cada ação ordinária.

Muito obrigado Victor pela grande explicação e a todos os ouvintes, nosso episódio vai ficando por aqui mas não deixem de nos acompanhar pois muitas novidades estão por vir.

 

Murilo Vergara, Victor Salina

E se quiser ouvir um resumo semanal, não deixe de conferir o nosso COPAGIRO que sai toda sexta-feira:

Para investir melhor em renda variável, nada como contar com especialistas. Entre em contato conosco:

Telefone: (14) 3010–1818

WhatsApp: (14) 3245–4345 ou acesse clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima