Fundo de Investimento Imobiliário – Fundos de Tijolo – Parte 1

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Olá, queridos leitores! No episódio anterior falamos sobre as definições, riscos e tributações dos Fundos de Investimento Imobiliários. Hoje seguimos com a série e vamos aprender sobre um tipo muito importante dos Fundos Imobiliários: os Fundos de Tijolo!

 

O QUE SÃO FUNDOS DE TIJOLO?

Os fundos imobiliários de tijolo são, como o próprio nome se refere, tipos de fundos formados exclusivamente por imóveis físicos. 

 Dentre os imóveis que fazem parte desse tipo de investimento, destacaremos, mais pra frente, os mais comuns de serem objetivos de investidores.

Geralmente, os investidores que procuram esse tipo de fundo buscam começar a se expor na renda variável, porém sem sofrer tanto com a volatilidade alta que as ações possuem. A valorização desses fundos, por outro lado, tende a ser menor no longo prazo do que a valorização das ações.

Para investir nesse tipo de fundo, os investidores compram cotas através da Bolsa de Valores e através da emissão de novas cotas, os gestores dos fundos compram novos ativos e recebem aluguel dos respectivos ativos. Os cotistas, por meio do aluguel, recebem dividendos desses fundos e aproveitam a valorização imobiliária.

 

QUAIS SÃO OS TIPOS DE FUNDOS DE TIJOLO?

Existem variados tipos de FIIs de tijolo para investir e falaremos na nossa série sobre os mais presentes nos mercados:

 

  • Shoppings Centers:

Os FIIs de shoppings centers são fundos que visam investir em shoppings e gerar renda por meio do aluguel cobrado dos lojistas e do estacionamento. Esse tipo de Fundo de Tijolo é muito procurado pelos investidores por conta da sua segurança e pela variedade de locatários em um único imóvel.

 

  • Galpões Logísticos:

No caso dos FIIs de galpões logísticos, os recursos investidos são direcionados para locais de estoque de materiais de grandes lojas de varejo. Esse tipo de fundo disponibiliza esses locais para que seus locatários estoquem e realizem a logística de operações para distribuir seus bens para suas lojas e clientes.

 

  • Lajes Corporativas:

É muito comum que as empresas necessitem alugar um espaço para a realização de suas atividades, geralmente em boas localizações e com bastante espaço. Nesse contexto surgem os FIIs de lajes corporativas, que são focados em oferecer espaços desse tipo para as empresas, possibilitando a manutenção de suas operações.

 

Com isso, conseguimos apresentar bastante coisa sobre os Fundos de Tijolo e nos aprofundar mais ainda na nossa série! No próximo episódio ainda falaremos sobre os tipos de Fundos de Tijolo presentes nos mercados do Brasil e EUA. Fiquem ligados!

 

Matheus Assunção.

 

Se você perdeu os episódios anteriores é só acessar pelos links abaixo:

 

Para investir melhor em renda variável, nada como contar com especialistas. Entre em contato conosco:

Telefone: (14) 3010–1818

WhatsApp: (14) 3245–4345 ou acesse clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima