Como investir em imóveis e manter a liquidez, além da isenção de IR

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

Investir em imóveis é considerado por muitos uma das formas mais seguras de investimento. Porém, um dos maiores problemas é manter a liquidez de seus ativos, ou seja, caso o investidor precise do dinheiro investido em mãos, o processo de venda de um imóvel é muito demorado e custoso, além de todos os cuidados que envolvem a manutenção de vários imóveis ao mesmo tempo.

Pensando em sanar esses empecilhos para o investidor, foram criados os Fundos de Investimentos Imobiliários, que funcionam como um clube de investidores que se juntam para investir no mercado imobiliário, que além de manter a liquidez em dois dias, como as ações, ainda têm seus ganhos em aluguéis isentos do Imposto de Renda.

 

Mas como funcionam os Fundos Imobiliários?

Como explicitado no parágrafo anterior, os fundos funcionam são uma associação de um conjunto de investidores que se reúnem para investir juntos em empreendimentos imobiliários. Com isso, é possível acessar patamares de padrões mais altos, como a locação para shoppings e grandes companhias.

Ao comprar uma cota de um fundo, o investidor recebe o direito sobre uma parte do lucro auferido, proporcional ao capital investido. Ter a posse dessas cotas não confere o direito real ao empreendimento. Ou seja, todas as responsabilidades ficam a cargo do gestor do fundo, que toma todas as decisões, mas também é responsável por todas as obrigações referentes.

O principal índice que norteia os fundos imobiliários é o IFIX.

 

Portfólio de empreendimentos

Como acabamos de ver, existem diversas formas de investir em imóveis fora a maneira tradicional de comprar um imóvel e alugar por conta própria. Dentro dos Fundos Imobiliários existem 3 estratégias principais, que explicitaremos a seguir:

  • Fundos de tijolo:

O investimento é feito em ativos reais, focando sempre no lucro pelo recebimentos de aluguéis. Tendo uma diversa gama de opções dentro desta modalidade, como por exemplo, fundos que investem em um só tipo de empreendimentos, como shoppings, hotéis, hospitais, escritórios, entre outras possibilidades, ou aqueles que diversificam e investem em mais de um setor ao mesmo tempo.

  • Fundos de papel:

O foco da estratégia é na compra de títulos ligados ao mercado imobiliário, como por exemplo LCIs, LHs ou até mesmo CRIs. Sendo assim, o fundo não possui nenhuma posse física, somente o direito ao recebimento dos juros dessas dividas.

  • Fundos híbridos: 

Os fundos híbridos são a junção das duas modalidades anteriores que já foram explicitadas, contendo tanto ativos reais quanto títulos ligados ao mercado imobiliário.

 

Formas de Receita dos fundos

Após tomarmos conhecimento de como funcionam os fundos e quais suas formas de investimento, chegou a hora de falar como recebemos o retorno em nossos investimentos. Basicamente, em um investimento em FIIs, o principal foco é no recebimento de dividendos, já que suas cotas tendem a ser menos voláteis do que as ações e o ganho na cota é menos provável.

E o mais interessante disso, é que os dividendos recebidos são isentos do Imposto de Renda, só sendo necessário o pagamento de impostos quando a cota é vendida e é obtido um lucro sobre o valor pago.

Diante do apresentado os Fundos Imobiliários são uma ótima opção para quem busca uma renda mensal com pagamento de dividendos, que muitas vezes superam os rendimentos em renda fixa, mas mesmo com essa característica ainda sendo um ativo de renda variável, com todas suas vantagens e desvantagens.

 

Vamos Juntos?

 

Lucas Strutz Haguiara – Copaíba Invest

 

A SÉRIE

Caso tenha perdido os outros posts

  1. O que é bolsa de valores? Qual a sua história e funções?
  2. Diversificando seus investimentos: já conhece opções fora as ações e renda fixa?
  3. Como funciona a regulamentação da Bolsa de Valores?
  4. Revelamos números, dados pra você entender por dentro a Bolsa de Valores
  5. Você sabe como funcionam as Ações?
  6. Como o aumento da Selic afeta a Renda Variável?

Para investir melhor em renda variável, nada como contar com especialistas. Entre em contato conosco:

Telefone: (14) 3010-1818

Whatsapp: (14) 3245-4345 ou acesse clicando aqui.

2 comentários em “Como investir em imóveis e manter a liquidez, além da isenção de IR”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima